Notícias de Angola - Toda a informação sobre Angola, notícias, desporto, amizade, imóveis, mulher, saúde, classificados, auto, musica, videos, turismo, leilões, fotos

Ethiopian Airlines reafirma continuação de voos no país

A transportadora Ethiopian Airlines vai continuar com as suas operações de voo para o país por ser um bom destino de negócios no continente, apesar da actual crise económica e financeira que o mundo enfrenta, reafirmou sexta-feira, em Luanda, o seu representante em Angola, Taye Kenenissa.

O responsável apresentou a posição, em declarações à Angop, a quanto da cerimónia comemorativa do trigésimo aniversário de serviço da companhia em Angola, assinalado a 19 de Junho, e dos 70 anos da sua primeira viajem, ligando as cidades de Addis Abeba (Etiópia) ao Cairo (Egipto).

Segundo o interlocutor, apesar de algumas transportadoras aéreas estarem a encerrar os seus serviços em Angola, em função da redução de clientes, a Ethiopian Airlines vai continuar a viajar para Luanda, “visto que Angola é um dos nossos maiores destinos operacionais no continente e espaço de realização de negócios”, reiterou.

Para o delegado, o actual momento é transitório, visto que o mundo já passou por fases destas e esta crise deve servir para a criação de novas oportunidades, já que, em tempos mais difíceis de guerra em Angola, a companhia sempre operou para o território angolano, sobretudo, trazendo ajuda humanitária ao serviço do Programa Alimentar Mundial(PAM).

Na ocasião, Taye Kenenissa fez igualmente referência a trajectória da empresa governamental ethiope, desafios, conquistas, apostas entre outros aspectos que vão elevar a sua performance, de formas a enfrentar o actual momento de crise financeira, dando enfoque a promoção de pacotes turísticos, em parceria com as autoridades locais.

A Ethiopian Airlines foi criada a 21 de Dezembro de 1945 e a sua primeira operação de voo realizou-se a oito de Abril de 1946, ligando as cidades de Addis Abeba ao Cairo (Egipto).

Actualmente funciona com cerca de 10 mil e 500 trabalhadores, 78 aeronaves, mais de 92 destinos e várias parcerias de “codê share”, que permitem a resolução dos problemas dos passageiros em trânsito em duas horas no máximo.

A referida transportadora opera cinco dias para Luanda (Angola), durante a semana, e pretende manter a frequência, apesar da actual situação financeira que afecta igualmente o mercado da aviação.

Participaram da actividade comemorativa, trabalhadores da transportadora, membros do INAVIC, representantes de companhias aéreas, membros da comunidade aeronáutica, agências de turismo e convidados. (ANGOP)

Deixe um comentário

Seu endereço de email não será publicado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você está bem com isso, mas você pode optar por sair, se desejar. Aceitar Leia mais

Translate »