Trump contra tudo e contra todos

Sozinho nas primárias republicanas, depois da desistência de Ted Cruz e John Kasich, Donald Trump mostra-se cada vez mais confiante ainda que no seu partido as vozes que querem calá-lo sejam muitas.

A campanha divide de tal modo os conservadores que até o Presidente da Câmara dos Representantes, Paul Ryan, se recusa, para já, a apoiá-lo.

Alheio às controvérsias o magnata do imobiliário vai-se mostrando espirituoso:

“Eu gostava que as primárias não tivessem acabado. Assim não tem piada. Quero que as primárias continuem mas estão todos fora. Só sobro eu. Mas não faz mal, certo?” – Perguntou Trump a uma plateia entusiasta.

E nem os antigos presidentes Bush, pai e filho, parecem estar pelos ajustes e recusam-se a apoiar Donald Trump. Acresce dizer que nas últimas cinco presidenciais apoiaram todos os candidatos republicanos.

E se, entre os conservadores há quem queime o seu cartão de voto, há também quem diga que vai resistir a Trump até ao fim e votar Hillary Clinton se necessário for, para alguns ela é mesmo mais conservadora que Donald Trump.

Resta saber se Clinton bate Sanders nas primárias entre os Democratas. (EURONEWS)

por Nara Madeira

Deixe um comentário

Seu endereço de email não será publicado.

Translate »