Notícias de Angola - Toda a informação sobre Angola, notícias, desporto, amizade, imóveis, mulher, saúde, classificados, auto, musica, videos, turismo, leilões, fotos

Reforçadas medidas de segurança em Portugal após mensagem do Estado Islâmico

0

Secretária-geral do Sistema de Segurança Interna admitiu um reforço das medidas de segurança na sequência de uma mensagem do grupo extremista Estado Islâmico com referência a Portugal.

A secretária-geral do Sistema de Segurança Interna, Helena Fazenda, admitiu esta quinta-feira um reforço das medidas de segurança na sequência de uma mensagem do grupo extremista Estado Islâmico com referência a Portugal.

“A situação foi conhecida e foram tomadas as medidas de reforço e articulação entre as forças de segurança”, disse à Lusa Helena Fazenda quando questionada sobre uma notícia do Expresso que dá conta de que o grupo Estado Islâmico (Daesh) divulgou uma mensagem com referências a Portugal e à Hungria.

“Hoje Bruxelas e o aeroporto belga, amanhã talvez Portugal ou Hungria”, refere a mensagem divulgada pelo jornal.

Perante a missiva do grupo extremista, a secretária-geral do Sistema de Segurança Interna referiu que “foram tomadas as medidas de reforço que tinham que ser tomadas, incluindo nos aeroportos, no contexto do que foi publicitado [mensagem], havendo uma articulação de todos as forças e serviços de segurança, incluindo os serviços de informações”. Questionada sobre a veracidade da alegada mensagem do Daesh, Helena Fazenda não se quis pronunciar.

Entretanto, o gabinete de imprensa da ministra da Administração Interna, Constança Urbano de Sousa, referiu que “as autoridades portuguesas estão a acompanhar esta informação, como fazem com todas as outras, direta ou indiretamente que façam referência a Portugal ou a cidadãos portugueses”.

Fonte das forças e serviços de segurança portugueses adiantou à Lusa que, após o conhecimento da mensagem, houve um reforço das medidas de vigilância nos aeroportos portugueses, apesar do nível de alerta se manter inalterado (moderado). (OBSERVADOR)

por Lusa

Deixe uma comentário

Seu endereço de email não será publicado.

Translate »