Rafael Marques apresenta queixa na PGR contra governador do Kwanza Sul

O activista Rafael Marques apresentou nesta Segunda-feira, 18, em Luanda uma queixa contra o governador da província do Kwanza-Sul por alegada expropriação e apropriação de terrenos que o próprio general Eusébio Teixeira de Brito atribuiu a uma empresa de que é sócio.

A agência Lusa, que diz ter tido acesso ao processo, revela que na base da acusação está o facto de Eusébio Brito ter enviado um requerimento ao governador do Cuanza-Sul – “ou seja, a si mesmo” – para a legalização de uma parcela de terra destinada à construção de um condomínio.

A carta foi enviada a 4 de Maio de 2014 e um mês depois o administrador municipal do Sumbe remeteu ao governador o parecer favorável para que Eusébio Teixeira de Brito, “finalmente, autorizasse a legalização do terreno que a sua empresa tinha solicitado.

“No contrato consta uma única assinatura por duas vezes: a de Eusébio Brito Teixeira, como governador e como representante da empresa”, pode-se ler na queixa do activista Rafael Marques.

A firma Ebrite e Filhos, Lda, foi fundada em 1989, por Eusébio Brito Teixeira, que detém 50 por cento da empresa, enquanto os restantes pertencem aos seus filhos. (VOA)

Deixe um comentário

Seu endereço de email não será publicado.

Translate »