Guiné-Bissau: PRS pede mudança da mesa do Parlamento

O PRS, principal partido da oposição na Guiné-Bissau, vai exigir a substituição da mesa da Assembleia Nacional Popular (ANP) por considerar que violou a Constituição da República e o regimento do Parlamento ao aceitar o adiamento do debate sobre o Programa do Governo para dia 21 a pedido do PAICG, no poder.

A informação foi avançada à VOA por Florentino Mendes Pereira,  secretário-geral dos renovadores, quem aponta o dedo ao presidente da ANP Cassimiro Cassamá.

“O Presidente está a obstruir os trabalhos do Parlamento em benefício do PAIGC”, diz Pereira.

Para o PRS, a legislação impõe que o segundo debate sobre o Programa do Governo aconteça 15 dias depois do primeiro, no qual o documento não foi aprovado pela maior dos deputados.

Com o chumbo do Programa no passado dia 23 de Dezembro, “o prazo limite seria hoje, 7”, garante Florentino Mendes Pereira. (VOA)

por Lassana Casamá

Deixe um comentário

Seu endereço de email não será publicado.

Translate »