Notícias de Angola - Toda a informação sobre Angola, notícias, desporto, amizade, imóveis, mulher, saúde, classificados, auto, musica, videos, turismo, leilões, fotos

Ministra do Comércio empossa conselho de administração da APIEX

0

Os membros do conselho de Administração da Agência para a Promoção do Investimento e Exportações de Angola (APIEX) tomaram posse hoje, quarta-feira, em Luanda, em cerimónia orientada pela ministra do Comércio, Rosa Pacavira.

Na cerimónia, foram empossados António da Ressurreição Henriques da Silva, para o cargo de presidente do conselho de administração da Apiex, e os administradores para as áreas de Exportação, Lopes Paulo, de promoção de investimentos, Francisco João de Carvalho Neto, de Acompanhamento de Mercados e Produtos, Carlos Alberto Gomes Padre, e para a administração e Finanças, Jolaida Purificação Morais.

Foram igualmente empossados no mesmo acto, o director da Unidade Técnica de Apoio ao Investimento Privado, Amarildo Leonildo Rocha Araújo, e o seu adjunto, Custodio Armando.

Dirigindo-se aos recém-empossados, a ministra Rosa Pacavira disse que o actual modelo de promoção, captação e realização de investimento privado é exercido por três níveis: Central, Sectorial e Operacional.

Ao nível Central, prosseguiu a governante, a actuação é exercida pelo titular do poder Executivo, competindo-lhe, desta forma, a aprovação dos projectos de investimento privado de montantes em kwanzas superior ao equivalente a 10 mil milhões de dólares.

Para o nível sectorial, a competência para aprovação dos projectos de investimentos é dos titulares dos departamentos ministeriais sectoriais para os projectos de montante em kwanzas até ao equivalente a 10 milhões de dólares.

Já o nível operacional, é exercido pelos órgãos da administração directa e indirecta do Estado que intervêm na execução das tarefas de materialização e promoção do investimento privado, designadamente os departamentos ministeriais sectoriais,

Unidade Técnica de Negociação, APIEX – Angola, governos provinciais, serviços de migração estrangeiros, bancos comerciais e Guiché Único de Empresa.

Anunciou que no primeiro trimestre de 2016 será aprovado o programa executivo de captação de investimentos nacionais e estrangeiros, devidamente sectorizado, sendo este o veículo crucial para o escopo do programa de aceleração da diversificação da economia para gerar mais empregos.

Fez saber que este ano, a actividade dominante do sector permitiu a aprovação de 36 processos de investimentos privados, num total de cerca de 70 milhões de dólares americanos, com contratos de cerca de seis milhões e 250 mil dólares.

Este valor, segundo ainda a ministra, perfez um saldo de cerca de 39 processos aprovados, equivalentes a pouco mais de 76 milhões de dólares em apenas dois meses de funcionamento da Unidade Técnica de Apoio ao Investimento Privado do Ministério do Comércio. (ANGOP)

Deixe uma comentário

Seu endereço de email não será publicado.

Translate »