Notícias de Angola - Toda a informação sobre Angola, notícias, desporto, amizade, imóveis, mulher, saúde, classificados, auto, musica, videos, turismo, leilões, fotos

Do movimento contra Costa restam apenas quatro socialistas

A tomada de posse do Governo de Costa calou as críticas de muitos socialistas que defendiam uma alternativa.

O movimento que tentou unir esforços contra a direção de António Costa no seio do Partido Socialista não resistiu à tomada de posse do Governo.

Dessa oposição interna restam apenas quatro ex-seguristas – António Galamba, Luís Bernardo, Óscar Gaspar e Álvaro Beleza – que agora preparam um manifesto a lançar antes do congresso de junho.

“Não nos posicionamos como elemento de oposição ao Governo. Discutimos o posicionamento ideológico do PS”, justificou Luís Bernardo em declarações ao jornal i.

Já Francisco Assis, que prometeu uma “corrente crítica e alternativa no partido”, Ricardo Gonçalves, um dos organizadores do jantar na Mealhada que pretendia dar voz a essa corrente e José Junqueiro, que chegou a dizer que Costa “não tinha autoridade política”, dizem-se hoje mais “otimistas”.

“Manifestámos a nossa discordância. Temos de ser responsáveis e aceitar democraticamente a decisão. Depois de uma decisão democrática tomada não vamos ser obstáculo. Isso não faz sentido”, disse Eurico Brilhante Dias ao i. (Noticiasaominuto)

Deixe uma comentário

Seu endereço de email não será publicado.

Translate »