Notícias de Angola - Toda a informação sobre Angola, notícias, desporto, amizade, imóveis, mulher, saúde, classificados, auto, musica, videos, turismo, leilões, fotos

DIFAMU do Namibe deve fazer acompanhamento ao cidadão que tem 54 mulheres e 169 filhos

Ministra da Família e Promoção da Mulher (Foto: Joaquina Bento)
Ministra da Família e Promoção da Mulher
(Foto: Joaquina Bento)

Os participantes da 3ª Conferência Nacional sobre a Mulher e a Violência recomendaram nesta quarta-feira, em Luanda, a Direcção da Família e Promoção da Mulher (DIFAMU) do Namibe a fazer um acompanhamento relativamente ao cidadão que tem 54 esposas e 169 filhos, de modo a se acautelar o incesto e a poligamia.

Segundo os participantes da conferência sobre o tema “Da paz no lar à paz no mundo, juntos por uma Educação segura no combate à violência, gravidez e casamento precoces”, o Ministério da Família e Promoção da Mulher e os seus parceiros devem reforçar as campanhas de sensibilização no sentido de desencorajar as práticas que contrariam a legislação em vigor e que atentam contra a dignidade da pessoa humana.

Recomendaram as direcções provinciais da família e promoção da mulher a estabelecerem parcerias com os meios de comunicação social e em conjunto criarem programas de sensibilização sobre a violência doméstica, gravidez e casamento precoce em línguas nacionais.

Aconselharam a elaboração de um estudo sobre as causas das gravidezes precoces por forma a se elaborar uma estratégia a nível nacional.

O Ministério da Família e Promoção da Mulher vai construir casas de apoio às mães adolescentes, onde constam os diversos Serviços Amigos dos Jovens (SAJ). (portalangop.co.ao)

Deixe uma comentário

Seu endereço de email não será publicado.

Translate »