Madagáscar quer know angolano na exploração de petróleo

Embaixador de Angola na República de Madagascar, Brito Sozinho (Foto: Angop)
Embaixador de Angola na República de Madagascar, Brito Sozinho (Foto: Angop)

O Presidente do Madagáscar, Hery Martial Rakotoarimanana Rajaonarimampianina, manifestou hoje, quarta-feira, o desejo de ver transferido para o seu país o ‘Know’ de Angola em matéria de prospecção de petróleo e na formação de quadros nesta área.

O facto foi revelado durante, a cerimónia de apresentação de cartas credênciais, do embaixador de Angola naquele Estado africano, Brito Sozinho, no Palácio do Estado, na sua capital em Antananarivo.

Por sua vez, o embaixador Brito Sozinho, agradeceu o apoio que o Madagáscar tem prestado à Angola nos foruns internacionais e frisou que seria com muito agrado ver estreitados os laços entre os dois países no domónio do crude e na formação quadros malgaxes, no nosso Instituto Nacional de Petróleos, na província do Kuanza-sul, assim como em contar com a experiência daquele país africano em áreas como, a agro-pecuária e o turismo que detêm grande potencial.

Os dois interlecutores reafirmaram, ainda o desejo de fortalecerem, cada vez mais, os “excelentes laços de cooperação e de amizade” que unem estes dois países desde a década de setenta.

Presenciaram a audiência, o ministro da Defesa, General Dominique Rakotozafy, o director do Protocolo de Estado, Liva H. Rabarihoela, o secretário Geral da Presidencia da República, Roger Pierre Ralala e o ministro Conselheiro angolano Afonso Evaristo Edaurdo.

Com esta acreditação feita pelo Presidente Malgaxe e antecedida das cartas figuradas, apresentadas terça-feira à ministra dos Negócios Estrangeiros Beatrice Atallah, o embaixador Brito Sozinho, está autorizado a exercer as suas funções naquele país, com o estatuto de não residente, condição que exerce igualmente, no Reino da Swazilândia.

O diplomata angolano com residência na República de Moçambique desde Dezembro de 2014, está ainda indicado como representante de Angola na República do Malawi e nas Ilhas Comores.

A República do Madagáscar é a maior ilha do continente Africano, e é cercado inteiramente pelo Oceano Índico, contando com uma superficie de 587 040 km² e uma população de mais de dois milhões de habitantes.

A sua economia baseia-se essencialmente, na agro-pecuária, nas pescas e no turismo, o arroz e o café, são os produtos geradores de mais divisas para o país, estudos recentes que datam do ano de 2005, apontam para existência de grandes quantidades de petróleo no seu offshore. (portalangop.co.ao)

Deixe um comentário

Seu endereço de email não será publicado.

Translate »