Cronologia dos principais acontecimentos nos 40 anos da independência nacional

A Angop divulga

França Van-Dúnem como primeiro-ministro esteve em debates pela paz no país (Foto: Pedro Parente/arq.)
França Van-Dúnem como primeiro-ministro esteve em debates pela paz no país (Foto: Pedro Parente/arq.)

, no âmbito dos 40 anos da independência nacional, a cronologia dos principais acontecimentos registados entre Outubro e Dezembro de 1997.

1997

ANGOLA 40 ANOS

08 Out – O Governo repõe a administração estatal no município de Derico, província do Cuando Cubango (nordeste).

20 Out – O Governo restabelece a administração do estado no município da Mavinga, província do Cuando Cubango, depois de sucessivos adiamentos, provocados pela Unita, que alegou sempre “falta de orientações superiores, a partir da Jamba”.

26 Out – É reposta a administração do estado na comuna de Chandel, 125 quilómetros da cidade de Malanje, cujo acto foi orientado pelo vice-governador provincial para a Defesa, Joaquim Marta, e que apresentou António Fontes, indicado pelo governo para administrador.

01 Dez – Membros das unidades de transmissões e médicas da companhia portuguesa aos serviço da ONU em Angola são condecorados em cerimónia presidida pelo chefe militar da Monua, general Philipe Sibanda.

03 Dez – O vice-ministro das Relações Exteriores de Angola, João Miranda, manifesta-se, em Luanda, desapontado com a atitude de alguns países que continuam a dar espaços livres de movimento e propaganda aos elementos da Unita.

05 Dez – Secretária de Estado norte-americana, Madeleine Albright, manifesta, em Washington, o desejo de reunir-se, em Luanda, com o líder da Unita, no dia 12 desse mês.

– O primeiro-ministro, Fernando França Van-Dúnem, debate, em Luanda, com o medianeiro do processo de paz em Angola, Alioune Blondin Beye, assuntos relativos ao processo de paz.

08 Dez – O comando regional centro da missão de observação da ONU em Angola (Monua) prorroga por mais alguns dias o processo de registo e desarmamento dos oficiais “residuais” da Unita, que deveria terminar hoje.

10 Dez – A administração do estado é reposta na comuna do Cubal do Lumbo, a 29 quilómetros da sede municipal do Bocoio, província de Benguela (centro), em cerimónia presidida pelo governador provincial, Dumilde Rangel.

18 Dez – A MONUA anuncia que passaram para a vida civil 42.512 soldados da Unita, no âmbito da desmobilização rápida.

19 Dez – O Governo entrega, em Luanda, à Unita, à mediação e à “Troika” de observadores do processo de paz angolano um calendário para a conclusão, até 22 de Janeiro próximo, de todas as tarefas pendentes do protocolo de Lusaka.

22 Dez – O comando provincial da Polícia Nacional do Moxico descobre um paiol de material de guerra diverso, na antiga base das forças da Unita. (portalangop.co.ao)

Deixe um comentário

Seu endereço de email não será publicado.

Translate »