Notícias de Angola - Toda a informação sobre Angola, notícias, desporto, amizade, imóveis, mulher, saúde, classificados, auto, musica, videos, turismo, leilões, fotos

Possível presença militar russa na Síria preocupa NATO (Vídeo)

(Euronews)
(Euronews)

A NATO está preocupada com o, alegado, envolvimento da Rússia na guerra na Síria, ao lado do Presidente Bashar al-Assad. A especulação sobre o possível apoio militar russo ao chefe de Estado sírio tem vindo a aumentar. A agência de notícias Reuters diz ter fontes, no terreno, que o confirmam.

O secretário-geral da Aliança Atlântica juntou-se às vozes dos líderes ocidentais que pedem uma solução política para o conflito:

“Estou preocupado com as informações sobre o aumento da presença militar russa na Síria. Isso não vai contribuir para a resolução do conflito. Penso que, neste momento, é necessário centrarmos os nossos esforços em encontrar uma solução política para o conflito na Síria.”

Moscovo desmente o envio de tropas para a Síria, para combater ao lado das forças leais a Bashar al-Assad, como explica a porta-voz do Ministério dos Negócios Estrangeiros russo, Maria Zakharova:

“O nosso país sempre forneceu armas e equipamento militar à Síria, como previsto em acordos bilaterais. Há peritos militares russos, na Síria, que estão a ensinar os sírios a usar os sistemas militares que estão a ser entregues. As armas que estão a ser fornecidas ao exército sírio têm como objetivo combater a ameaça terrorista.”

Segundo os EUA, a Rússia enviou, nos últimos dias, dois navios de desembarque de tanques, aviões de carga e um pequeno contingente de forças de infantaria da Marinha para a Síria.

A ‘Associated Press’ diz que a Rússia recebeu permissão do Irão para sobrevoar o seu espaço aéreo em direção à Síria.

Moscovo tem, no país, no porto de Tartous, uma base militar que serve, segundo as autoridades russas, para reparações. (Noticiasaominuto)

Deixe uma comentário

Seu endereço de email não será publicado.

Translate »