Notícias de Angola - Toda a informação sobre Angola, notícias, desporto, amizade, imóveis, mulher, saúde, classificados, auto, musica, videos, turismo, leilões, fotos

Lesliana Pereira é a Melhor Actriz

Lesliana Pereira venceu, ontem, a categoria de Melhor Actriz Principal da XI edição dos Prémios da Academia do Cinema Africano (African Movie Academy Awards), pelo seu papel no filme “Njinga Rainha de Angola”

Lesliana venceu, a categoria de Melhor Actriz (D.R)
Lesliana venceu, a categoria de Melhor Actriz (D.R)

A actriz angolana venceu as nigerianas Queen Nwokoye e Ini Edo, Aida Wang, do Burkina Faso, e Jocelyn Dumas, do Gana, pelas suas representações nas longas-metragens “Chetenna”, “While You Slept”, “Juliet and Romeo” e “Silver Rain”.

Lesliana Pereira entra para a história do cinema africano e nacional, sendo a primeira actriz angolana distinguida pela Academia do Cinema Africano, um dos mais prestigiados prémios da indústria cinematográfica em África. Angola volta a brilhar no concurso, quatro anos depois, após a passagem do actor Hoji Fortuna, galardoado na VII edição, com o Prémio de Melhor Actor Secundário, pela sua participação no filme “Viva Riva”, o que lhe permitiu, mais tarde, a ida para os Estados Unidos.

A actriz considerou o prémio uma conquista do povo angolano e da sua carreira, que significa uma honra.
Lesliana Pereira, ao reagir na sua página pessoal “Instagram”, referiu que o reconhecimento aumenta as suas responsabilidades como actriz.

“O prémio é nosso. Este é daqueles momentos indescritíveis, em que sentimos que tudo valeu a pena. Obrigada Njinga pela história épica que tive o prazer de contar e à Semba Comunicação por me confiar o papel de tanta responsabilidade artística e histórica”.

O filme de produção nacional, “Njinga Rainha de Angola”, realizado pelo português Sérgio Graciano e produzido pela Semba Comunicação, concorreu ainda nas categorias Melhor Projecto de Realização com Trajes Típicos, Prémio para Melhor Realização com Maquilhagem e Banda Sonora. A gala de galardoação realizou-se no fim-de-semana na África do Sul, e foram premiadas outras trinta categorias.

A organização recebeu este ano mais de 800 inscrições de filmes de 60 países de África, Estados Unidos, América do Sul, América do Norte e Europa. Os prémios foram criados para facilitar o desenvolvimento da indústria cinematográfica no continente.

Fornece uma plataforma de recompensas e reconhecimento para os cineastas e actores, cujo objectivo é promover o cinema africano e a unidade no continente, desenvolver os jovens cineastas, criar canais de distribuição e estabelecer cinemas rurais. (jornaldeangola.ao)

Deixe um comentário

Seu endereço de email não será publicado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você está bem com isso, mas você pode optar por sair, se desejar. Aceitar Leia mais

Translate »