- Publicidade-
Smooth Jazz Rádio Calema
Inicio Vida Saúde Cuando Cubango: Registados mais de 57 mil casos de malária

Cuando Cubango: Registados mais de 57 mil casos de malária

Enfermeiros cuidando dos pacientes internados (Foto: Armandio Morais)
Enfermeiros cuidando dos pacientes internados (Foto: Armandio Morais)

Cinquenta e sete mil e noventa e oito casos de malária, dos quais 226 resultaram em óbitos, foram diagnosticados deste o início deste ano na província, divulgou sexta-feira, em Menongue, capital do Cuando Cubango, o director da saúde, Fernando Cassanga.

Fernando Cassanga divulgou estes dados quando falava na cerimónia do 25 de Setembro, Dia Nacional do Trabalhador da Saúde, tendo referenciado que em 2014 registaram-se 33 mil e 682 casos, destes 160 resultaram em mortes.

Por outro lado, o responsável fez saber que em 2014 foram registados mil e 921 casos de Vih/Sida, 493 de sarampo e 82 de lepra, enquanto em 2015 foram notificados mil e 392 de Vih/Sida, sete de sarampo e 66 de lepra.

Segundo Fernando Cassanga, as doenças infecciosas continuam a liderar a lista das doenças crónicas não transmissíveis, como a hipertensão arterial, diabetes melitus, cancro da mama, cancro do útero e os acidentes de viação, que constituem um problema de saúde pública. (portalangop.co.ao)

- Publicidade -
- Publicidade -

Nova onda de raptos inquieta empresários moçambicanos

Uma nova onda de raptos está a inquietar empresários nas principais cidades moçambicanas e há receios de impacto negativo nos investimentos. Os últimos casos incluem...
- Publicidade -

Plano Estratégico da CEEAC analisado pelos ministros

Reunião prepara 18ª Sessão Ordinária da Conferência de Chefes de Estado e de Governo, agendada para sexta-feira Os ministros das Relações Exteriores e dos Negócios...

Bandeiras da UNITA voltam a ser destruídas no Kwanza Norte

O partido UNITA em Ndalatando, província angolana do Kwanza Norte, foi alvo de ataques na madrugada deste domingo (22.11), depois que as suas bandeiras...

Nova Iorque: Corpos ficam em caminhões por famílias não terem dinheiro de enterros

Das centenas de corpos que estão armazenados em caminhões frigoríficos em Nova York, muitos são de pessoas cujos familiares não têm dinheiro para as...

Notícias relacionadas

Nova onda de raptos inquieta empresários moçambicanos

Uma nova onda de raptos está a inquietar empresários nas principais cidades moçambicanas e há receios de impacto negativo nos investimentos. Os últimos casos incluem...

Plano Estratégico da CEEAC analisado pelos ministros

Reunião prepara 18ª Sessão Ordinária da Conferência de Chefes de Estado e de Governo, agendada para sexta-feira Os ministros das Relações Exteriores e dos Negócios...

Bandeiras da UNITA voltam a ser destruídas no Kwanza Norte

O partido UNITA em Ndalatando, província angolana do Kwanza Norte, foi alvo de ataques na madrugada deste domingo (22.11), depois que as suas bandeiras...

Nova Iorque: Corpos ficam em caminhões por famílias não terem dinheiro de enterros

Das centenas de corpos que estão armazenados em caminhões frigoríficos em Nova York, muitos são de pessoas cujos familiares não têm dinheiro para as...

Pai de Inocêncio de Matos suspende vigília defronte à PGR após promessa de nova autópsia

Alfredo de Matos, pai do jovem Inocêncio, de 23 anos de idade, morto na Manifestação a 11 de Novembro, suspendeu às 00h a vigília...
- Publicidade -

Deixe um comentário

Por favor insira seu comentário!
Digite seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.