- Publicidade-
Smooth Jazz Rádio Calema
Inicio Economia Ex-BESA atira lucros da banca angolana para metade em 2014

Ex-BESA atira lucros da banca angolana para metade em 2014

(Foto: D.R.)
(Foto: D.R.)

Os lucros da banca angolana caíram 50% em 2014, influenciados pela situação no ex-Banco Espírito Santo Angola (BESA), segundo a análise que a consultora Deloitte apresentou esta terça-feira em Luanda.

Angola contava em 2014 com 23 bancos e o resultado líquido do sector caiu para 45,4 mil milhões de kwanzas (300 milhões de euros), comparando com o ano anterior, devido ao ‘caso BESA’, que foi transformado em Banco Económico, após intervenção do Banco Nacional de Angola (BNA).

“Não considerado esse efeito [ex-BESA], os resultados líquidos do sector teriam registado um crescimento de 12%”, conclui a 10.ª edição do estudo “Banca em Análise”, que analisou dados do BNA, mas sublinhando não ter tido acesso a demonstrações financeiras de algumas instituições, nomeadamente do banco antes controlado pelo BES português, que então contava com um crédito malparado superior a três mil milhões de euros.

“A banca angolana mostrou mais uma vez a resiliência que tem demonstrado nos últimos anos, crescem os principais indicadores, ao nível do crédito e dos depósitos, do volume total de activos. Face ao contexto em que estamos, eu diria que [o sector] está bem”, enfatizou Nuno Alpendre, da Deloitte.

Em 2014, o Banco de Fomento Angola (BFA), detido pelo português BPI,  foi o que mais lucrou, com 31,7 mil milhões de kwanzas (210 milhões de euros), seguido do BIC, com 20,5 mil milhões de kwanzas (135,8 milhões de euros) e do Banco Angolano de Investimento (BAI), com 12,8 mil milhões de kwanzas (84,8 milhões de euros).

O Caixatotta, detido pelo banco português Caixa Geral de Depósitos, está agora em quarto lugar (resultados líquidos), com o seu melhor resultado de sempre, que ascendeu em 2014 a 9,1 mil milhões de kwanzas (60 milhões de euros).

O estudo da Deloitte refere ainda que o crédito líquido a clientes em Angola aumentou 8% face a 2013, ultrapassando, em valores agregados, os 2,930 biliões de kwanzas (19,3 mil milhões de euros).

Contudo, o crédito vencido também disparou, 11,2%, e ascende actualmente a 14,5% do total, equivalente por isso a cerca de 2,8 mil milhões de euros.

“Continuam a manter-se alguns desafios relevante, devendo o sector estar atento à evolução desfavorável dos rácios de crédito vencido que se verificou neste último ano”, alertou Nuno Alpendre.

Em termos globais, o volume de activos das instituições financeiras angolanas cresceu 7,26%, face ao ano anterior, para 7,129 biliões de kwanzas (47,6 mil milhões de euros).

O Banco de Poupança e Crédito (BPC), estatal, continua a ser o maior banco em Angola, com 16,8% dos activos nacionais, logo seguido do BAI (15,4%) e do BFA (15,1%).

Apesar do cenário actual de crise económica, financeira e cambial no país, decorrente da forte quebra da cotação do barril de crude no mercado internacional, Nuno Alpendre prevê que a banca angolana continue a crescer em 2015, apesar de ser um ano “um bocadinho difícil”.

“Iremos ter um estudo também com crescimento no próximo ano [relativo ao desempenho de 2015], estou convicto que sim”, apontou o responsável daquela consultora, em declarações aos jornalistas.

Neste estudo, que se realiza pelo décimo ano, a Deloitte compara os bancos que operam em Angola em termos de dimensão, rentabilidade e eficiência, juntando estudos globais da economia e do sector, bem como entrevistas “com os seus protagonistas”.

Além dos 23 já em funcionamento, perspectiva-se a abertura de mais seis bancos em Angola. (jornaldenegocios.pt)

- Publicidade -
- Publicidade -

Economista Yuri Quixina alvo de assalto à mão armada

O economista e docente universitário Yuri Quixina anunciou na sua página do twitter ter sido hoje, alvo de um assalto à mão armada, quando...
- Publicidade -

Imunidades de Manuel Vicente vão ser reavaliadas pela PGR

As imunidades que protegem o ex-vice-Presidente angolano, Manuel Vicente, de processos judiciais vão ser reavaliadas pela Procuradoria-Geral da República de Angola, avançou à Lusa...

Cantora gospel é agredida pelo marido em pleno shopping no Rio de Janeiro

O cantor gospel Juninho Black publicou em sua conta do Instagram um vídeo onde mostra sua irmã, a cantora Quesia Freitas, sendo agredida pelo...

Crédito avaliado em 272,7milhões

O crédito registado no âmbito do Programa de Reconversão da Economia Informal está, até ao momento, avaliado em 272,7 milhões de kwanzas, segundo dados...

Notícias relacionadas

Economista Yuri Quixina alvo de assalto à mão armada

O economista e docente universitário Yuri Quixina anunciou na sua página do twitter ter sido hoje, alvo de um assalto à mão armada, quando...

Imunidades de Manuel Vicente vão ser reavaliadas pela PGR

As imunidades que protegem o ex-vice-Presidente angolano, Manuel Vicente, de processos judiciais vão ser reavaliadas pela Procuradoria-Geral da República de Angola, avançou à Lusa...

Cantora gospel é agredida pelo marido em pleno shopping no Rio de Janeiro

O cantor gospel Juninho Black publicou em sua conta do Instagram um vídeo onde mostra sua irmã, a cantora Quesia Freitas, sendo agredida pelo...

Crédito avaliado em 272,7milhões

O crédito registado no âmbito do Programa de Reconversão da Economia Informal está, até ao momento, avaliado em 272,7 milhões de kwanzas, segundo dados...

Zona Económica Especial: Privatizações mantêm os postos de trabalho

Os empregos dos colaboradores das empresas em processo de privatização na Zona Económica Especial (ZEE) Luanda - Bengo estão salvaguardados mesmo depois dos activos...
- Publicidade -

Deixe um comentário

Por favor insira seu comentário!
Digite seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.