- Publicidade-
Smooth Jazz Rádio Calema
Inicio Angola Começou o julgamento do caso ''Neth''

Começou o julgamento do caso ”Neth”

O advogado de Manuel Catraio, Evaristo Maneco, acusou ontem os juízes do Tribunal Provincial de Luanda de anteciparem a decisão final do caso “Neth ou Gindungo”, durante a primeira audiência do julgamento, que começou ontem na 14ª Secção da Sala dos Crimes Comuns,  na Via Expresso, Cacuaco.

Caso "GINDUNGO"
Caso “GINDUNGO”

O Procurador da República Edelvaisse do Rosário Miguel Martins acusou os réus Manuel Ventura Catraio, Justina Lufuma Lukiki, Maiamba Brígida Fernandes, Maria Teresa Albano e Rita de Fátima Ferreira Paquela, de crimes de roubo qualificado, ofensas corporais e atentado ao pudor contra a ofendida Nikilauda Galiano “Neth”. Os crimes, segundo a acusação, foram praticados no dia 17 de Abril de 2015 no Hotel Confidente.

O Ministério Público refere na acusação que a vítima foi agredida fisicamente e despida, sendo introduzida nas suas partes íntimas uma certa quantidade de gindungo. Os presumíveis agressores gravaram os actos criminosos, que publicaram na Internet, através das redes sociais Facebook e Whatsapp.

Evaristo Maneco não apresentou nenhum argumento contra as acusações do Ministério Público sobre Manuel Catraio. O advogado respondeu ao despacho de pronúncia do juiz Januário Domingos José e acusou o Tribunal de “estar com ira e com julgamento antecipado”, pelo facto de não ter considerado as circunstâncias atenuantes a favor de Manuel Catraio. Evaristo Maneco disse que Manuel Catraio não cometeu crime de roubo qualificado e pediu a libertação do réu da prisão preventiva em que se encontra há cinco meses.

O juiz Januário Domingos José disse que o advogado de Manuel Catraio insultou o tribunal e pretendeu com a sua acusação denegrir a instituição. O magistrado explicou ao advogado que devia responder às acusações do Ministério Público e não ao despacho de pronúncia do Tribunal. “A acusação é feita pelo Ministério Público e a pronúncia é feita pelo juiz”, disse, e sublinhou que o advogado estava equivocado. O juiz disse que o despacho de pronúncia é recorrido e que o advogado tinha de fazer o recurso no momento próprio e não na fase das alegações.

“Não há condenação antecipada. É injusta e criminosa a acusação do advogado”, disse o magistrado, e acrescentou que o juiz não é Deus e muito menos todo-poderoso. “Este Tribunal não tem interesse em condenar antecipadamente ninguém. Isto é um insulto a este Tribunal”, disse, e concluiu que o advogado de Manuel Catraio não fez nenhuma menção ao despacho de acusação do Ministério Público.

O advogado Evaristo Maneco apresentou alegações típicas de recurso enquanto o julgamento está na primeira sessão de audiência. Os advogados de defesa de Rita Pegado, Celestino Quemba e Edgar Quessongo alegaram que a sua constituinte não cometeu o crime de roubo qualificado de que está a ser acusada e o advogado de Justina Lukoki e Maiamba Fernandes, Tito Cambanji, também alegou  o mesmo. (Jornal de Angola)

- Publicidade -
- Publicidade -

Mexidas: Nuno Carnaval rende Ana Paula Neto no cargo de titular da Juventude e Desportos

Nuno (dos Anjos Caldas Albino) Carnaval, actual secretario de Estado da Comunicação Social, poderá render, nos próximos dias, Ana Paula da Silva do Sacramento...
- Publicidade -

Rafael Savimbi aconselha PR João Lourenço, a organizar eleições autárquicas em 2021 e a promover a descentralização no país

Numa intervenção no Forum Angola, organizado pelo Instituto Real de Relações Internacionais Chatham House, o dirigente da União Nacional para a Independência Total de...

Odebrecht instala mecanismos anti-corrupção e deixa de estar sob monitorização externa

A Odebrecht anunciou que está concluída a monitorização externa independente à empresa de engenharia e construção, que decorria há quase 4 anos, pelo Departamento...

Governo vai financiar estágios profissionais para jovens

O Presidente da República, João Lourenço, aprovou um programa de estágios profissionais para jovens que tenham um curso técnico-profissional, um curso de formação profissional,...

Notícias relacionadas

Mexidas: Nuno Carnaval rende Ana Paula Neto no cargo de titular da Juventude e Desportos

Nuno (dos Anjos Caldas Albino) Carnaval, actual secretario de Estado da Comunicação Social, poderá render, nos próximos dias, Ana Paula da Silva do Sacramento...

Rafael Savimbi aconselha PR João Lourenço, a organizar eleições autárquicas em 2021 e a promover a descentralização no país

Numa intervenção no Forum Angola, organizado pelo Instituto Real de Relações Internacionais Chatham House, o dirigente da União Nacional para a Independência Total de...

Odebrecht instala mecanismos anti-corrupção e deixa de estar sob monitorização externa

A Odebrecht anunciou que está concluída a monitorização externa independente à empresa de engenharia e construção, que decorria há quase 4 anos, pelo Departamento...

Governo vai financiar estágios profissionais para jovens

O Presidente da República, João Lourenço, aprovou um programa de estágios profissionais para jovens que tenham um curso técnico-profissional, um curso de formação profissional,...

Potencial petrolífero é de 40 mil milhões de dólares

As empresas angolanas do sector petrolífero apenas aproveitam cerca de 10 por cento do potencial estimado em 40 mil milhões de dólares que a...
- Publicidade -

Deixe um comentário

Por favor insira seu comentário!
Digite seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.