- Publicidade-
Smooth Jazz Rádio Calema
Inicio Mundo Lusófono Brasil Governo de São Paulo assina termo que viabiliza ODS

Governo de São Paulo assina termo que viabiliza ODS

Governo de São Paulo (SP.GOV.BR)
Governo de São Paulo (SP.GOV.BR)

Documento coloca o estado como pioneiro na implementação dos Objetivos de Desenvolvimento Social da ONU

Nesta segunda-feira (21), o governo do Estado de São Paulo assina documento para a criação de Grupo que vai trabalhar as bases de implementação dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODSs) elaborados a partir das diretrizes da Rio +20. “São Paulo, com a assinatura do termo, assume a vanguarda brasileira no estabelecimento de medidas que tem por objetivo cumprir a agenda universal”, afirma a chefe da Assessoria Especial para Assuntos Internacionais (AEAI), Ana Carolina Conde, ligada à Casa Civil do Estado de São Paulo.

Os ODSs substituem os Objetivos do Milênio (ODMs), que no Brasil ficou conhecido como 8 Jeitos de Mudar o Mundo, criados pela Organização das Nações Unidas (ONU) em 2000.

A definição dos ODSs foram concluídas em agosto deste ano e, neste mês, a Conferência das Nações Unidas da ONU discute a adoção da agenda.

Assinam o documento, em evento no Palácio dos Bandeirantes às 17h, o secretário chefe da Casa Civil Edson Aparecido, os secretários do Meio Ambiente Patrícia Iglecias e do Desenvolvimento Social Floriano Pesaro, o embaixador da ONU no Brasil Jorge Chediek e a representante do Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD) Maristela Baioni.

“São Paulo demonstra a liderança entre os estados subnacionais, indispensáveis para a agenda e a capacidade de trabalho entre as secretarias com a finalidade de fomentar o desenvolvimento”, destaca Conde.

Os ODS serão tema de três eventos fundamentais promovidos pela ONU que tratam de clima e sustentabilidade – a Conferência para o Desenvolvimento Sustentável (25 de setembro, em Nova York), o Week Climate 2015 (27 de setembro, em Nova York) e a COP 21 (30 de dezembro, em Paris).

Do enfrentamento da pobreza às mudanças climáticas

Com a conclusão neste ano dos ODMs, os ODSs darão sequência ao Movimento por meio de 17 objetivos e 169 metas. Os 70 países participantes devem, até 2030, trabalhar prioritariamente temas que vão do enfrentamento da pobreza às mudanças climáticas, ou seja, o desenvolvimento sustentável nas dimensões econômicas, sociais, ambientais e culturais. O grande desafio para implementação dos ODSs é articular e estabelecer indicadores para medir as mudanças sociais, econômicas e ambientais.
Diversas instituições públicas, privadas e do terceiro setor participam dos ODSs.

Objetivos do Desenvolvimento Sustentável

1 – Acabar com a pobreza em todas as suas formas, em todos os lugares
2 – Acabar com a fome, alcançar a segurança alimentar e melhoria da nutrição e promover a agricultura sustentável
3 – Assegurar uma vida saudável e promover o bem-estar para todos, em todas as idades
4 – Assegurar a educação inclusiva e equitativa de qualidade, e promover oportunidades de aprendizagem ao longo da vida para todos
5 – Alcançar a igualdade de gênero e empoderar todas as mulheres e meninas
6 – Assegurar a disponibilidade e gestão sustentável da água e saneamento para todos
7 – Assegurar o acesso confiável, sustentável, moderno e a preço acessível à energia, para todos
8 – Promover o crescimento econômico sustentado, inclusivo e sustentável, emprego pleno e produtivo, e trabalho decente para todos
9 – Construir infraestruturas resistentes, promover a industrialização inclusiva e sustentável e fomentar a inovação
10 – Reduzir a desigualdade entre os países e dentro deles
11 – Tornar as cidades e os assentamentos humanos inclusivos, seguros, resilientes e sustentáveis
12 – Assegurar padrões de produção e consumo sustentáveis
13 – Tomar medidas urgentes para combater a mudança do clima e seus impactos *
14 – 4. Conservação e uso sustentável dos oceanos, mares e dos recursos marinhos, para o desenvolvimento sustentável
15 – Proteger, recuperar e promover o uso sustentável dos ecossistemas terrestres, gerir de forma sustentável as florestas, combater a desertificação, deter e reverter a degradação da terra, e estancar a perda de biodiversidade
16 – Promover sociedades pacíficas e inclusivas para o desenvolvimento sustentável, proporcionar o acesso à justiça para todos e construir instituições eficazes, responsáveis e inclusivas em todos os níveis
17 – Fortalecer os meios de implementação e revitalizar a parceria global para o desenvolvimento sustentável. (sp.gov.br)

 

- Publicidade -
- Publicidade -

Executivo conta com a parceria das igrejas

O Presidente da República, João Lourenço, reuniu ontem com os líderes das principais igrejas em Angola para analisar a situação económica e social do...
- Publicidade -

Phil Collins: Do casamento de 500 mil euros à lavagem de roupa suja

O cantor está envolvido numa das guerras conjugais mais surreais de 2020. A sua terceira ex-mulher ocupou-lhe a mansão de Miami com o seu...

Covid-19: Portugal recebeu três mil milhões de euros para apoio aos trabalhadores

Portugal recebeu, esta terça-feira, uma tranche de três mil milhões de euros de fundos europeus, no âmbito do programa SURE, para ajudar vários setores...

Vice-Presidente alerta para reflexão na luta contra a SIDA

O Vice-Presidente da República, Bornito de Sousa, alertou para a necessidade de uma reflexão profunda na luta contra o HIV/SIDA. Em mensagem alusiva ao Dia...

Notícias relacionadas

Executivo conta com a parceria das igrejas

O Presidente da República, João Lourenço, reuniu ontem com os líderes das principais igrejas em Angola para analisar a situação económica e social do...

Phil Collins: Do casamento de 500 mil euros à lavagem de roupa suja

O cantor está envolvido numa das guerras conjugais mais surreais de 2020. A sua terceira ex-mulher ocupou-lhe a mansão de Miami com o seu...

Covid-19: Portugal recebeu três mil milhões de euros para apoio aos trabalhadores

Portugal recebeu, esta terça-feira, uma tranche de três mil milhões de euros de fundos europeus, no âmbito do programa SURE, para ajudar vários setores...

Vice-Presidente alerta para reflexão na luta contra a SIDA

O Vice-Presidente da República, Bornito de Sousa, alertou para a necessidade de uma reflexão profunda na luta contra o HIV/SIDA. Em mensagem alusiva ao Dia...

Vítimas dos Conflitos Políticos: Conservatórias já podem emitir certidões de óbito

As Lojas dos Registos e as Conservatórias, que tratam de questões do registo civil, foram orientadas a receber e a dar o devido tratamento...
- Publicidade -

Deixe um comentário

Por favor insira seu comentário!
Digite seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.