- Publicidade-
Smooth Jazz Rádio Calema
Inicio Angola Regiões Bié: Comandante defende mais rigor na atribuição de carta de condução

Bié: Comandante defende mais rigor na atribuição de carta de condução

Cuito – O comandante do comando provincial da Polícia Nacional no Bié, comissário Eduardo Fernandes Cerqueira, defendeu hoje, segunda-feira, na cidade do Cuito, a necessidade de haver mais rigor na habilitação e emissão de cartas e licenças de condução para os jovens.

BIÉ: COMISSÁRIO EDUARDO FERNANDO CERQUEIRA - COMANDANTE PROVÍNCIAL DA POLÍCIA NACIONAL (Foto: Julino Capingala)
BIÉ: COMISSÁRIO EDUARDO FERNANDO CERQUEIRA – COMANDANTE PROVÍNCIAL DA POLÍCIA NACIONAL (Foto: Julino Capingala)

Em declarações à imprensa local, comissário Eduardo Fernandes Cerqueira sublinhou a necessidade dos condutores, mormente jovens, serem cada vez mais responsáveis durante a condução, visando evitar que o país tenha um futuro de luto e mutilações.

“É constrangedor a sociedade assistir muitos jovens a perderem a vida nas estradas, devidos aos acidentes de viação, como consequência da inobservância, por parte de uns, e do desconhecimento por parte de outros, das normas de trânsito, condução em estado de embriaguês, excesso de velocidade, entre outras causas”, disse.

Sem adiantar o número de cartas de condução emitidas na região, disse que as violações nas estradas são resultado da fraca preparação dos automobilistas, que mesmo demonstrando debilidades durante a formação, acabam por ser habilitados o que se reflecte negativamente no comportamento de muitos condutores nas estradas.

Por isso, advogou que além da avaliação técnica e dos preceitos do código de estrada, tidos até aqui como elementos essenciais, a certificação dos futuros automobilistas devia passar também pela avaliação psicológica dos candidatos, como critério para a outorga da carta de condução.

O comissário acredita que a ausência deste princípio tornou a sinistralidade rodoviária na segunda maior causa de morte em Angola, envolvendo viaturas geralmente conduzidas por jovens, salientando que tal quadro pode-se inverter com a conjugação de esforços dos diversos actores sociais.

Louvou a iniciativa de algumas instituições que sensibilizam constantemente os automobilistas sobre os efeitos da sinistralidade rodoviária, uma acção que no seu entender ainda é insuficiente para conter a onda de violência nas estradas. (Angop)

- Publicidade -
- Publicidade -

Covid-19. Cuba anuncia duas vacinas e já conta com quatro possíveis fármacos

Cuba anunciou quinta-feira que vai começar os ensaios clínicos de dois projectos de vacinas contra a Covid-19, que aumentam para quatro o número de...
- Publicidade -

Amor em tempos de cólera

Inspirados pela magia literária de Gabriel Garcia Marquez, acreditamos na nova aurora de liberdade proclamada em 2017 pelo Presidente João Lourenço, mas, três anos...

Exportações dão 11,14 mil milhões de dólares

As exportações somaram, nos sete primeiros meses deste ano, 11,14 mil milhões de dólares contra 20,68 mil milhões no mesmo período do ano anterior...

Inocêncio de Matos vai a enterrar sábado

O funeral de Inocêncio de Matos, o jovem manifestante morto no dia 11 de Novembro, em Luanda, vai ser finalmente realizado sábado, num dos...

Notícias relacionadas

Covid-19. Cuba anuncia duas vacinas e já conta com quatro possíveis fármacos

Cuba anunciou quinta-feira que vai começar os ensaios clínicos de dois projectos de vacinas contra a Covid-19, que aumentam para quatro o número de...

Amor em tempos de cólera

Inspirados pela magia literária de Gabriel Garcia Marquez, acreditamos na nova aurora de liberdade proclamada em 2017 pelo Presidente João Lourenço, mas, três anos...

Exportações dão 11,14 mil milhões de dólares

As exportações somaram, nos sete primeiros meses deste ano, 11,14 mil milhões de dólares contra 20,68 mil milhões no mesmo período do ano anterior...

Inocêncio de Matos vai a enterrar sábado

O funeral de Inocêncio de Matos, o jovem manifestante morto no dia 11 de Novembro, em Luanda, vai ser finalmente realizado sábado, num dos...

“Beleza”, o angolano que mostra a arte da capoeira na África do Sul

Mário Lopes pratica a sua arte mesmo tempo de pandemia Na cidade sul-africana de Cape Town, Márcio Lopes, mais conhecido por Beleza, é um angolano...
- Publicidade -

Deixe um comentário

Por favor insira seu comentário!
Digite seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.