- Publicidade-
Smooth Jazz Rádio Calema
Inicio Cultura Estudantes do primeiro ciclo participam em projecto artístico na Serra da Leba

Estudantes do primeiro ciclo participam em projecto artístico na Serra da Leba

Estudantes pintam nos Murais da Leba (Foto: cedida a Angop)
Estudantes pintam nos Murais da Leba (Foto: cedida a Angop)

Vinte estudantes de várias escolas do primeiro ciclo do ensino geral da província do Namibe concluíram este domingo a sua participação na pintura de obras de arte na Serra da Leba, no âmbito do projecto artístico e de turismo cultural ?Murais da Leba – Angola 40 Anos? que visa comemorar a data da independência nacional.

Os trabalhos, que tiveram início a 17 de Setembro, envolveram alunos da Escola Anexa à Escola de Formação de Professores, 1º de Maio, Gabriel Kwanhama e Bom Deus, para além outros, auxiliados por professores de Educação Visual e Plástica (EVP) e artistas ligados a direcção do projecto.

Os alunos e professores intervieram em uma parede de 100 metros de cumprimento e dois de altura, perfazendo um total de 200 metros quadrados, com obras que destacam a natureza e a cultura própria da região, para além de outros desenhos livres.

O artista plástico Gustavo Carneiro, professor de EVP e coordenador do grupo, louvou a entrega e dedicação dos alunos e dos seus colegas, manifestando satisfação pelo convite para participar na pintura de murais na Serra da Leba.

Gustavo Carneiro, que é igualmente pioneiro na arte de pintar murais na província do Namibe, trabalhando com alunos e ex-alunos de EVP, destacou, nas pinturas, traços que caracterizam a sua obra, com realce para a conjunção de cores frias e quentes, transmitindo a frescura das ondas do mar nas belas praias que debelam o calor do deserto.

“Queremos deixar a nossa marca, ou seja, os traços que caracterizam a nossa cidade, nestes Murais da Leba”, disse.

Já a estudante Plácida Dumbo, de 13 anos de idade, disse estar feliz e orgulhosa por fazer parte de um projecto que certamente vai ter visibilidade a nível mundial.

Estudante da 9ª classe, a adolescente referiu ter participado já na pintura de outros murais, em escolas e alguns pontos da cidade do Namibe, sob coordenação do professor Gustavo Carneiro.

Para além de professores e alunos de EVP, a pintura teve a participação do artista Manuel Rafa, para além do director artístico do projecto, Thó Simões, provenientes de Luanda.

As próximas pinturas prevêem envolver mais artistas do Namibe e da província da Huíla, para além de outros que residem em Luanda.

Thó Simões voltou a apelar a sensibilidade dos empresários no sentido de apoiar esta iniciativa que visa restaurar as paredes vandalizadas com dizeres obscenos da Serra da Leba e tornar este património muito mais atractivo do ponto de vista turístico.

“Entendemos que a situação de crise económica por que passa o país coloca alguns empresários em situação difícil, mas acreditamos que alguém de boa fé e com sensibilidade para a arte e cultura poderá nos apoiar”, disse, confiante.

O projecto Murais da Leba – Angola 40 Anos” visa a pintura de obras de arte em 6 mil metros quadrados de parede na Serra da Leba, realização de workshops de arte e de um festival músico-cultura na Praça das Mangueiras, na Estrada Nacional 280 que liga às províncias do Namibe e Huíla.

O projecto “Murais da Leba – Angola 40 Anos” vai contar com um filme documentário que irá retractar a participação de artistas nacionais e estrangeiros na pintura de obras de arte, a história e o meio ambiente da região da Serra da Leba.

O documentário, cujas filmagens tiveram já início, está a ser produzido pelo produtor brasileiro Juca Badaró e deverá chamar-se “As Cores da Serpente”, uma referência à estrada que serpenteia a Serra da Leba e que se reveste de grande importância para as províncias do Namibe e Huíla. (Angop)

- Publicidade -
- Publicidade -

Tortuosos caminhos da liberdade (IV)

Arranco decidido para a terceira etapa do meu percurso, com o foco da corrupção a ocupar, bem contra a minha vontade – devo confessar...
- Publicidade -

Inaugurado em Luanda: Presidente propõe criação de fundo para manutenção do Arquivo Nacional

João Lourenço defende que a utilização do espaço deve obedecer a critérios que não pesem no bolso dos cidadãos, para que as pessoas possam...

Reações.Violência policial na França: a imprensa estrangeira em choque

Deriva autoritária? Caso George Floyd ao estilo francês? Após a divulgação de imagens da agressão a um produtor negro pela polícia e enquanto uma...

Falta de comida leva ursos a atacar túmulos na Rússia

Animais procuraram forma de sobreviver à fome O comportamento incomum dos animais foi observado em mais do que uma cidade, mas foi o município russo...

Notícias relacionadas

Tortuosos caminhos da liberdade (IV)

Arranco decidido para a terceira etapa do meu percurso, com o foco da corrupção a ocupar, bem contra a minha vontade – devo confessar...

Inaugurado em Luanda: Presidente propõe criação de fundo para manutenção do Arquivo Nacional

João Lourenço defende que a utilização do espaço deve obedecer a critérios que não pesem no bolso dos cidadãos, para que as pessoas possam...

Reações.Violência policial na França: a imprensa estrangeira em choque

Deriva autoritária? Caso George Floyd ao estilo francês? Após a divulgação de imagens da agressão a um produtor negro pela polícia e enquanto uma...

Falta de comida leva ursos a atacar túmulos na Rússia

Animais procuraram forma de sobreviver à fome O comportamento incomum dos animais foi observado em mais do que uma cidade, mas foi o município russo...

LIMA tem nova líder no Bengo

A nova presidente provincial do Bengo da Liga da Mulher Angolana (LIMA), Ana Paula Afonso, foi investida, ontem, em Caxito, substituindo Ana José Chumbo. A...
- Publicidade -

Deixe um comentário

Por favor insira seu comentário!
Digite seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.