- Publicidade-
Smooth Jazz Rádio Calema
Inicio Angola Cunene: João Lourenço deposita coroa de flores no busto de Agostinho Neto

Cunene: João Lourenço deposita coroa de flores no busto de Agostinho Neto

Ondjiva – O ministro da Defesa Nacional, João Lourenço, depositou hoje, quinta-feira, na cidade de Ondjiva, uma coroa de flores no busto do primeiro Presidente de Angola, António Agostinho Neto, que foi descerrado recentemente no município de Cuanhama, pela sua viúva, Maria Eugénia Neto, no âmbito das festividades do Dia do Herói Nacional (17 de Setembro).

Ministro da Defesa Nacional - João Lourenço
Ministro da Defesa Nacional – João Lourenço

O busto, oferecido pela Fundação Dr António Agostinho Neto (FAAN), do qual Maria Eugénia Neto é presidente, encontra-se colocado na avenida 11 de Novembro, no bairro do Bangula, numa área onde será construída a assembleia municipal do Cuanhama.

Na ocasião, Maria Eugénia Neto, ofereceu ao ministro, algumas obras literárias da Fundação Dr. António Agostinho Neto.

O titular da pasta da Defesa, preside em representação do Presidente da República, José Eduardo dos Santos, o acto central nacional do Dia do Herói Nacional, que decorre sob o lema “Angola 40 anos: independência, paz, unidade nacional e desenvolvimento”.

Nascido em 17 de Setembro de 1922, na localidade de Kaxicane, município do Icolo e Bengo, António Agostinho Neto faleceu a 10 de Setembro de 1979, em Moscovo, por doença.

Médico e estadista, proclamou a independência de Angola em 11 de Novembro de 1975, depois de longos anos de colonização portuguesa.

Dotado de um invulgar dinamismo e capacidade de trabalho, Agostinho Neto, até a hora do seu desaparecimento físico, foi incansável na sua participação pessoal para resolução de todos os problemas relacionados com a vida do partido, do povo e do Estado. (Angop)

- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -

Notícias relacionadas

- Publicidade -

Deixe um comentário

Por favor insira seu comentário!
Digite seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.