- Publicidade-
Smooth Jazz Rádio Calema
Inicio Mundo Lusófono Portugal PNR compara vinda de refugiados a invasão islâmica

PNR compara vinda de refugiados a invasão islâmica

José Pinto Coelho, líder do PNR (D.R)
José Pinto Coelho, líder do PNR (D.R)

José Pinto Coelho, líder do PNR, garante que há “um imenso sector da sociedade portuguesa que está horrorizado” com o acolhimento dos refugiados pela Europa e Portugal.

O líder do Partido Nacional Renovador (PNR), José Pinto Coelho, comparou a vinda de refugiados para a Europa a uma “invasão islâmica”, afirmando que o Governo deve cuidar dos portugueses.

“Neste momento, está a haver um drama em Portugal, em concreto, que é a questão dos Governos quererem receber a invasão islâmica que aí vem”, disse José Pinto Coelho em entrevista à agência Lusa, referindo que “há um imenso setor da sociedade portuguesa que está horrorizado com isso”.

“Nós queremos que o Governo português cuide dos portugueses porque temos muita gente a viver na rua, temos muita gente que é despejada das suas casas”, vincou também o líder do PNR, acrescentando “é um contrassenso”.

José Pinto Coelho questionou “como é que a Europa pode deixar invadir-se desta maneira”, classificando como irresponsáveis as políticas europeias de imigração.

“Eles não nos estão a invadir pelas armas, estão a invadir pelos coitadinhos e depois pela barriga, tendo filhos, filhos, filhos, e qualquer dia mandam em nós”, referiu.

Para o líder do PNR, a Hungria, que está a construir um muro para tentar travar a entrada de refugiados no país, “está a defender-se como pode”.

Segundo anunciou na quarta-feira passada o presidente da Comissão Europeia, Jean-Claude Juncker, Portugal vai receber 3.074 refugiados.

De acordo com os números divulgados, Portugal vai acolher 400 refugiados que se encontram atualmente em Itália, mais 1.291 que estão na Grécia e 1.383 que chegaram à Hungria.

A ministra da Administração Interna, Anabela Rodrigues, avançou que os primeiros refugiados podem começar a ser acolhidos em Portugal em outubro.

O chefe do executivo comunitário propôs, em Estrasburgo, a distribuição pelos Estados-membros de mais 120 mil refugiados que estão na Itália, Grécia e Hungria, com caráter urgente e obrigatório. A Alemanha será o país que vai acolher mais refugiados receberá (31.443), seguindo-se a França (24.031) e a Espanha (14.931). (DN)

- Publicidade -
- Publicidade -

Tortuosos caminhos da liberdade (IV)

Arranco decidido para a terceira etapa do meu percurso, com o foco da corrupção a ocupar, bem contra a minha vontade – devo confessar...
- Publicidade -

Inaugurado em Luanda: Presidente propõe criação de fundo para manutenção do Arquivo Nacional

João Lourenço defende que a utilização do espaço deve obedecer a critérios que não pesem no bolso dos cidadãos, para que as pessoas possam...

Reações.Violência policial na França: a imprensa estrangeira em choque

Deriva autoritária? Caso George Floyd ao estilo francês? Após a divulgação de imagens da agressão a um produtor negro pela polícia e enquanto uma...

Falta de comida leva ursos a atacar túmulos na Rússia

Animais procuraram forma de sobreviver à fome O comportamento incomum dos animais foi observado em mais do que uma cidade, mas foi o município russo...

Notícias relacionadas

Tortuosos caminhos da liberdade (IV)

Arranco decidido para a terceira etapa do meu percurso, com o foco da corrupção a ocupar, bem contra a minha vontade – devo confessar...

Inaugurado em Luanda: Presidente propõe criação de fundo para manutenção do Arquivo Nacional

João Lourenço defende que a utilização do espaço deve obedecer a critérios que não pesem no bolso dos cidadãos, para que as pessoas possam...

Reações.Violência policial na França: a imprensa estrangeira em choque

Deriva autoritária? Caso George Floyd ao estilo francês? Após a divulgação de imagens da agressão a um produtor negro pela polícia e enquanto uma...

Falta de comida leva ursos a atacar túmulos na Rússia

Animais procuraram forma de sobreviver à fome O comportamento incomum dos animais foi observado em mais do que uma cidade, mas foi o município russo...

LIMA tem nova líder no Bengo

A nova presidente provincial do Bengo da Liga da Mulher Angolana (LIMA), Ana Paula Afonso, foi investida, ontem, em Caxito, substituindo Ana José Chumbo. A...
- Publicidade -

Deixe um comentário

Por favor insira seu comentário!
Digite seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.