- Publicidade-
Smooth Jazz Rádio Calema
Inicio Mundo Lusófono Portugal Julgamento de ex-diretor do SIED no 'caso das secretas' começa hoj

Julgamento de ex-diretor do SIED no ‘caso das secretas’ começa hoj

(LUSA)
(LUSA)

O denominado ‘caso das Secretas’, em que são arguidos o ex-diretor do Serviço de Informações Estratégicas de Defesa (SIED) Jorge Silva Carvalho e o presidente da Ongoing, Nuno Vasconcellos, começa hoje a ser julgado em Lisboa.

O início do julgamento sofreu vários adiamentos e começa quase ano e meio após o despacho de pronúncia que colocou cinco arguidos no banco dos réus.

O caso teve origem em suspeitas de acesso ilegal à faturação detalhada do telefone do jornalista Nuno Simas, que à data dos factos escreveu vários artigos sobre a situação interna do SIED.

Jorge Silva Carvalho e um funcionário do SIED, João Luís, foram pronunciados por acesso ilegítimo agravado, em concurso com um crime de acesso indevido a dados pessoais e por abuso de poder.

O “ex-espião” foi ainda pronunciado por um crime de violação de segredo de Estado e por um de corrupção passiva para ato ilícito.

Nuno Vasconcellos está pronunciado por um crime de corrupção ativa para ato ilícito.

O funcionário do Sistema de Informações e Segurança (SIS), Nuno Dias, está acusado por um crime de acesso ilegítimo agravado e a sua companheira Gisela Fernandes Teixeira (ex-funcionária da Optimus) por um crime de acesso indevido a dados pessoais e um crime de violação do segredo profissional.

No processo, o MP sustenta que Nuno Vasconcellos decidiu contratar Jorge Silva Carvalho para os quadros da Ongoing, para que este último obtivesse informação relevante para aquele grupo empresarial, através das secretas.

Jorge Silva Carvalho – que tem como advogado João Medeiros – pediu o levantamento de segredo de Estado a que estava vinculado para falar abertamente durante a sua defesa, mas o pedido foi recusado.

O secretário-geral do Serviço de Informações da República Portuguesa (SIRP), Júlio Pereira, está indicado como sendo uma das testemunhas do julgamento. (Noticiasaominuto)

por Lusa

- Publicidade -
- Publicidade -

O Primeiro passo…

Diversas foram as vezes em que, nesta coluna, critiquei a nossa governação, por esta surgir, muitas vezes, ancorada a um “power-point”, que espera por...
- Publicidade -

Adalberto Costa Júnior: «O País que temos hoje não é o sonho dos nacionalistas de ontem, e não tenho dificuldades de ir buscar Agostinho...

O plano estratégico do MPLA, que olha para o presidente do «galo negro» como «alvo a combater até à exaustão», a visão da UNITA...

Analistas instam Governo moçambicano a investir em políticas efectivas para a juventude

Estudos apontam desemprego, falta de oportunidades e pobreza como factores que "facilitam" o recrutamento de jovens por grupos terroristas Vários estudos e pesquisadores apontam para...

Caso Alex Saab: Autoridades cabo-verdianas “pesam” cumprimento ou não de acórdão do Tribunal da CEDEAO

Juristas dizem não haver "obrigatoriedade" no cumprimento do acórdão que mandou colocar enviado especial da Venezuela em prisão preventiva O acórdão do Tribunal da Comunidade...

Notícias relacionadas

O Primeiro passo…

Diversas foram as vezes em que, nesta coluna, critiquei a nossa governação, por esta surgir, muitas vezes, ancorada a um “power-point”, que espera por...

Adalberto Costa Júnior: «O País que temos hoje não é o sonho dos nacionalistas de ontem, e não tenho dificuldades de ir buscar Agostinho...

O plano estratégico do MPLA, que olha para o presidente do «galo negro» como «alvo a combater até à exaustão», a visão da UNITA...

Analistas instam Governo moçambicano a investir em políticas efectivas para a juventude

Estudos apontam desemprego, falta de oportunidades e pobreza como factores que "facilitam" o recrutamento de jovens por grupos terroristas Vários estudos e pesquisadores apontam para...

Caso Alex Saab: Autoridades cabo-verdianas “pesam” cumprimento ou não de acórdão do Tribunal da CEDEAO

Juristas dizem não haver "obrigatoriedade" no cumprimento do acórdão que mandou colocar enviado especial da Venezuela em prisão preventiva O acórdão do Tribunal da Comunidade...

Diamante rosa do Lulo resulta em três pedras

A lapidação de um diamante rosa bruto de 46 quilates, recuperado na mina do Lulo, Lunda-Norte, em Maio de 2018, deu lugar a três...
- Publicidade -

Deixe um comentário

Por favor insira seu comentário!
Digite seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.