- Publicidade-
Smooth Jazz Rádio Calema
Inicio Angola Angola e EUA discutem parceria para a operacionalização da força africana em...

Angola e EUA discutem parceria para a operacionalização da força africana em estado de alerta

Vice-presidente da república,Manuel Vicente,recebe enviado especial do presidente Barack Obama (Foto: Pedro Parente)
Vice-presidente da república,Manuel Vicente,recebe enviado especial do presidente Barack Obama (Foto: Pedro Parente)

A participação angolana na operacionalização da força africana de manutenção da paz foi discutida hoje, quinta-feira, em Luanda, num encontro entre o Vice-presidente da República de Angola, Manuel Domingos Vicente, e Princeton Lyman, enviado do Presidente americano.

Em declarações à imprensa, o enviado do Presidente Barak Obama disse que foi discutida a cooperação a prestar no quadro da cooperação entre a Organização das Nações Unidas (ONU) e a União Africana (UA) para a garantia da paz e estabilidade em África, dada a sua experiência.

Segundo Princeton Lyman, que em Luanda iniciou um périplo que o levará a vários países, “Angola é um parceiro muito importante para a garantia da paz no continente”.

Disse que discutiu com as autoridades angolanas questões relacionadas com a criação de um Gabinete de Manutenção de Paz, no quadro da parceria entre as Nações Unidas e a União Africana.

Lembrou que aquando da visita do Presidente Obama ao continente africano, em Junho, foi discutida a possibilidade de financiar de uma forma mais sustentável a criação dessa força de Manutenção de Paz, e a sua operacionalização.

Defende o estreitamento das relações entre a ONU e a UA facilitar a criação de um mecanismo capaz de financiar a Força de Manutenção de Paz da União Africana.

O enviado americano espera que a questão seja debatida durante a abertura dos debates da Assembleia Geral das Nações Unidas que decorre no final deste mês, em Nova York.

Para o também conselheiro do estadista americano, “Angola como sabem é membro do Conselho Paz e de Segurança da União Africana e como tal tem um forte papel na liderança de iniciativas relacionadas com os esforços de paz e estabilidade ao nível do continente”.

Desse ponto de vista, adianta, entendemos que pode dar o seu contributo à posição da UA que pretende criar uma proposta muito forte para conseguir o financiamento das Nações Unidas.

O Embaixador Princeton Lyman foi designado a 24 de Agosto passado conselheiro do Presidente Barak Obama para dar seguimento ao desenvolvimento de uma nova parceria entre as Nações Unidas e a União Africana (UA) em operações para paz e estabilidade. (Angop)

- Publicidade -
- Publicidade -

Potencial petrolífero é de 40 mil milhões de dólares

As empresas angolanas do sector petrolífero apenas aproveitam cerca de 10 por cento do potencial estimado em 40 mil milhões de dólares que a...
- Publicidade -

França quer punir delito de “ecocídio”

Proposta apoiada pelo governo prevê pena de até dez anos de prisão e multa de até 4,5 milhões de euros para quem causar danos...

Burkina Faso: Jihadistas impedem o voto de 300 mil eleitores

As eleições presidenciais e legislativas no Burkina Faso tiveram lugar num contexto de ameaças de grupos radicais islâmicos. Não houve registo de violência na...

Obras do novo Aeroporto Internacional de Luanda retomadas em Janeiro de 2021 e sem financiamento adicional, garante ministro dos Transportes

As obras do novo aeroporto internacional de Luanda vão ser retomadas no princípio de 2021 e serão concluídas no prazo de dois anos, garantiu...

Notícias relacionadas

Potencial petrolífero é de 40 mil milhões de dólares

As empresas angolanas do sector petrolífero apenas aproveitam cerca de 10 por cento do potencial estimado em 40 mil milhões de dólares que a...

França quer punir delito de “ecocídio”

Proposta apoiada pelo governo prevê pena de até dez anos de prisão e multa de até 4,5 milhões de euros para quem causar danos...

Burkina Faso: Jihadistas impedem o voto de 300 mil eleitores

As eleições presidenciais e legislativas no Burkina Faso tiveram lugar num contexto de ameaças de grupos radicais islâmicos. Não houve registo de violência na...

Obras do novo Aeroporto Internacional de Luanda retomadas em Janeiro de 2021 e sem financiamento adicional, garante ministro dos Transportes

As obras do novo aeroporto internacional de Luanda vão ser retomadas no princípio de 2021 e serão concluídas no prazo de dois anos, garantiu...

Sonangol e Endiama serão parcialmente privatizadas até 2022

O Governo vai dispersar em bolsa uma parte das empresas petrolífera e diamantífera Sonangol e Endiama em 2021 ou no início de 2022, disse...
- Publicidade -

Deixe um comentário

Por favor insira seu comentário!
Digite seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.