- Publicidade-
Smooth Jazz Rádio Calema
Inicio Angola Rússia: Quem provocou conflitos deve se responsabilizar pelos refugiados, diz Sergei Lavrov

Rússia: Quem provocou conflitos deve se responsabilizar pelos refugiados, diz Sergei Lavrov

(Sputnik/ Vladimir Astapkovich)
(Sputnik/ Vladimir Astapkovich)

Os países que têm a responsabilidade pelos conflitos devem assumir também a responsabilidade pelas calamidades que estes conflitos provocam – inclusive os refugiados, declarou nesta terça-feira (8) o ministro das Relações Exteriores da Rússia, Sergei Lavrov.

Em uma reunião com Kristalina Georgieva, co-presidente do grupo de especialistas em financiamento de operações humanitárias e vice-presidente da Comissão Europeia, o chanceler russo lembrou que “a análise política das estatísticas que temos mostra que uma grande parte das pessoas que precisam de ajuda humanitária é vítima de vários conflitos”.

“Considerando esta situação, é muito difícil renunciar à necessidade de analisar as causas do surgimento de fluxos adicionais de refugiados de outras pessoas que precisam de ajuda humanitária, e em todos os casos, a justiça exige que os países responsáveis pelo início de conflitos tenham uma responsabilidade ainda maior pela prestação de ajuda humanitária às vítimas”, ressaltou o ministro.

Vice-presidente da Comissão Europeia, Kristalina Georgieva, durante o encontro com Sergei Lavrov nesta terça-feira ( Sputnik/ Maksim Blinov)
Vice-presidente da Comissão Europeia, Kristalina Georgieva, durante o encontro com Sergei Lavrov nesta terça-feira ( Sputnik/ Maksim Blinov)

Neste ano, o fluxo dos migrantes e refugiados do Oriente Médio à União Europeia cresceu consideravelmente. No momento, há 340 mil migrantes presentes no território da UE. Apesar das quotas várias vezes aceitas e revisadas por Bruxelas, as autoridades de muitos países da União recusam-se a lidar com tal quantidade de pessoas oriundas dos locais de conflitos.

Mas nem todos deles estão na Europa de uma maneira legal. A Espanha, por exemplo, concedeu asilo a 1.335 sírios, e a Itália, a 1.005. Estes são os países do Sul da Europa, destino mais evidente dos migrantes do Oriente Médio. Portugal, que fica ao lado, só concedeu asilo legal a 15 migrantes.

Os países árabes do golfo Pérsico e da península Arábica não fazem caso dos refugiados dos países vizinhos.

Já a América Latina está tornar-se protagonista do processo de recepção de refugiados. Segundo dados divulgados na semana passada pelo Conare (Comité Nacional para Refugiados), o Brasil concedeu 2.077 vistos a refugiados sírios desde 2013, ano da aprovação de uma normativa que facilita este processo.

Na semana que vem, em 21 de Setembro, o Conare debaterá se vai prolongar a vigência desta normativa, que expira em 23 de Setembro.

Um vizinho do Brasil, o Uruguai, foi pioneiro, sendo o primeiro país latino-americano a receber famílias de refugiados sírios. Já na Argentina, está vigente o Programa Síria, iniciativa do Estado para acolher refugiados do Médio Oriente. (sputniknews.com)

 

- Publicidade -
- Publicidade -

Economista Yuri Quixina alvo de assalto à mão armada

O economista e docente universitário Yuri Quixina anunciou na sua página do twitter ter sido hoje, alvo de um assalto à mão armada, quando...
- Publicidade -

Imunidades de Manuel Vicente vão ser reavaliadas pela PGR

As imunidades que protegem o ex-vice-Presidente angolano, Manuel Vicente, de processos judiciais vão ser reavaliadas pela Procuradoria-Geral da República de Angola, avançou à Lusa...

Cantora gospel é agredida pelo marido em pleno shopping no Rio de Janeiro

O cantor gospel Juninho Black publicou em sua conta do Instagram um vídeo onde mostra sua irmã, a cantora Quesia Freitas, sendo agredida pelo...

Crédito avaliado em 272,7milhões

O crédito registado no âmbito do Programa de Reconversão da Economia Informal está, até ao momento, avaliado em 272,7 milhões de kwanzas, segundo dados...

Notícias relacionadas

Economista Yuri Quixina alvo de assalto à mão armada

O economista e docente universitário Yuri Quixina anunciou na sua página do twitter ter sido hoje, alvo de um assalto à mão armada, quando...

Imunidades de Manuel Vicente vão ser reavaliadas pela PGR

As imunidades que protegem o ex-vice-Presidente angolano, Manuel Vicente, de processos judiciais vão ser reavaliadas pela Procuradoria-Geral da República de Angola, avançou à Lusa...

Cantora gospel é agredida pelo marido em pleno shopping no Rio de Janeiro

O cantor gospel Juninho Black publicou em sua conta do Instagram um vídeo onde mostra sua irmã, a cantora Quesia Freitas, sendo agredida pelo...

Crédito avaliado em 272,7milhões

O crédito registado no âmbito do Programa de Reconversão da Economia Informal está, até ao momento, avaliado em 272,7 milhões de kwanzas, segundo dados...

Zona Económica Especial: Privatizações mantêm os postos de trabalho

Os empregos dos colaboradores das empresas em processo de privatização na Zona Económica Especial (ZEE) Luanda - Bengo estão salvaguardados mesmo depois dos activos...
- Publicidade -

Deixe um comentário

Por favor insira seu comentário!
Digite seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.