- Publicidade-
Smooth Jazz Rádio Calema
Inicio Mundo Lusófono Forças Armadas Santomenses querem apoios financeiros e logísticos, diz chefe de Estado-Maior

Forças Armadas Santomenses querem apoios financeiros e logísticos, diz chefe de Estado-Maior

Chefe de Estado-Maior, o brigadeiro Horácio de Sousa (D.R)
Chefe de Estado-Maior, o brigadeiro Horácio de Sousa (D.R)

As Forças Armadas Santomenses reclamam apoios do poder instituído para a sua dignificação e a dos militares, declarou domingo o seu chefe de Estado-Maior, o brigadeiro Horácio de Sousa.

Durante um acto de juramento de bandeira e de incorporação de novos militares, no campo de Quartel do Morro, o brigadeiro Horácio de Sousa disse que as Forças Armadas Santomenses não podem ser consideradas como “empresas e repartição pública”.

Reafirmou o seu desejo de melhorar a imagem das Forças Armadas que, a seu ver, passam por “dificuldades logísticas e financeiras”.

Não obstante a esta situação, o chefe de Estado-Maior assegurou que não deve haver desalento, nem tão pouco sentimentos” prometendo, por outro lado, devolver uma nova imagem da sua instituição para que esta possa ser “motivo de orgulho”.

Por sua vez,  Manuel Pinto da Costa, Presidente da República, na sua alocução, chamou atenção a esta instituição, frisando que a sua reforma deve obedecer aos princípios universalmente concebidos.

O chefe de Estado santomense disse que as Forças Armadas devem recorrer a uma profunda reflexão e a uma ponderada decisão politica, produzida em forma de visão e do conceito estratégico de defesa nacional com a consequente contribuição militar e a da sociedade civil organizada.

Na qualidade de comandante supremo das Forças Armadas, Pinto da Costa sublinhou que os investimentos nesta instituição devem ser feitos em setores estratégicos que os confiram maior visibilidade, susceptibilidade e capacidade operacional por forma a que elas possam cumprir quaisquer missões, quer de carris militar do reforço da segurança interna, quer  de caráter humanitário, ou de apoio à paz, entre outras.

As Forças Armadas Santomenses celebraram mais um aniversario, ato marcado pelo ingresso de novos militares na cerimonia de juramento de bandeira e pela saída dos que estiveram ao serviço da nação ao longo dos últimos 24 anos. (panapress.com)

- Publicidade -
- Publicidade -

Artur de Almeida arrisca castigo severo da FIFA

A aplicação de uma medida sancionatória ao presidente da Federação Angolana de Futebol (FAF), Artur de Almeida e Silva, pelo Comité de Ética da...
- Publicidade -

Alemanha regista 23.449 novas infeções de Covid-19 e 432 mortes em 24 horas

O máximo de óbitos em 24 horas foi atingido na passada quarta-feira, com 487 mortes devido à Covid-19. A Alemanha registou 23.449 novas infeções por...

Namíbia põe 170 elefantes à venda por causa da seca

A Namíbia, que se encontra em risco de seca, pôs à venda 170 elefantes vivos para reduzir o seu número no território, em parte...

EUA classificam China como maior ameaça à liberdade desde a II Guerra Mundial

O director da Inteligência Nacional dos Estados Unidos acusou o país asiático de usurpar segredos comerciais e tecnologias de Defesa à indústria norte-americana. O chefe...

Notícias relacionadas

Artur de Almeida arrisca castigo severo da FIFA

A aplicação de uma medida sancionatória ao presidente da Federação Angolana de Futebol (FAF), Artur de Almeida e Silva, pelo Comité de Ética da...

Alemanha regista 23.449 novas infeções de Covid-19 e 432 mortes em 24 horas

O máximo de óbitos em 24 horas foi atingido na passada quarta-feira, com 487 mortes devido à Covid-19. A Alemanha registou 23.449 novas infeções por...

Namíbia põe 170 elefantes à venda por causa da seca

A Namíbia, que se encontra em risco de seca, pôs à venda 170 elefantes vivos para reduzir o seu número no território, em parte...

EUA classificam China como maior ameaça à liberdade desde a II Guerra Mundial

O director da Inteligência Nacional dos Estados Unidos acusou o país asiático de usurpar segredos comerciais e tecnologias de Defesa à indústria norte-americana. O chefe...

Bolsonaro imita apelo de Chávez na Venezuela e pede aos brasileiros para não demorarem no banho

O Presidente do Brasil recomendou aos brasileiros que "tomem banho um pouco mais rápido" para ajudar a economizar energia e evitar pagar mais por...
- Publicidade -

Deixe um comentário

Por favor insira seu comentário!
Digite seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.