- Publicidade-
Smooth Jazz Rádio Calema
Inicio Angola CASA-CE não organizou Marcha em Luanda

CASA-CE não organizou Marcha em Luanda

Logótipo CASA-CE (casanoticias.blogspot.fr)
Logótipo CASA-CE (casanoticias.blogspot.fr)

Não chegou a haver a marcha que  foi proibida pela polícia e que devia ser organizada pela juventude da CASA-CE, na oposição, em solidariedade, com os jovens presos há meses, acusados de tentativa de golpe de estado.

Não houve nenhuma marcha este sábado, 05 de Setembro, no Cazenga, arredores de Luanda, que a Juventude Patriótica da CASA-CE, na oposição, queria organizar, mas que foi, proibida, ontem, 04 de Setembro, pela polícia angolana.

Mas, na verdade, nunca se chegou a programar em nenhuma instância do partido, qualquer marcha da Juventude Patriótica, segundo a própria CASA-CE, através, do seu líder parlamentar, André Gaspar Mendes Carvalho, mais conhecido, por Almirante Miau, cognome que lhe vem do seu passado de oficial da marinha.

“Em concreto, não tive conhecimento, de algo em especial. Naturalmente, que há sempre algumas acções que se vão desenvolvendo, em protesto, com a prisão dos jovens, dos 15+1, que foram acusados, portanto, de tentativa de golpe de estado”, afirma em entrevista à RFI, o Almirante Miau.

“De tempos a tempos, bom, pronto, há manifestações de descontentamento, mas não há, assim, uma acção grandiosa, programada, que tivesse tido lugar, este fim-de-semana, que seja do meu conhecimento.”

Questionado, ainda, se a Juventude Patriótica da CASA-CE, não esteve por trás, desta marcha, que deveria ocorrer, este sábado,05 de Setembro, o Almirante Miau, foi, uma vez mais peremptório:

“Que seja do meu conhecimento [não houve marcha nenhuma]; é provável, que tenha havido alguma acção de protesto, mas nada, em grande, que seja do meu conhecimento.”

“No último conselho presidencial, [da CASA-CE] em que participei, não havia nada, portanto, programado, nesse sentido.”

Fica, aqui, claro, que o líder parlamentar, da CASA-CE, o Almirante Miau, desaprova, Rafael Aguiar, secretário-geral da Juventude Patriótica da CASA-CE, que ainda, esta sexta-feira, nos confirmava, em entrevistada, que teria lugar, neste sábado de hoje, 05 de Setembro, uma marcha de protesto.  (rfi.fr)

- Publicidade -
- Publicidade -

Economista Yuri Quixina alvo de assalto à mão armada

O economista e docente universitário Yuri Quixina anunciou na sua página do twitter ter sido hoje, alvo de um assalto à mão armada, quando...
- Publicidade -

Imunidades de Manuel Vicente vão ser reavaliadas pela PGR

As imunidades que protegem o ex-vice-Presidente angolano, Manuel Vicente, de processos judiciais vão ser reavaliadas pela Procuradoria-Geral da República de Angola, avançou à Lusa...

Cantora gospel é agredida pelo marido em pleno shopping no Rio de Janeiro

O cantor gospel Juninho Black publicou em sua conta do Instagram um vídeo onde mostra sua irmã, a cantora Quesia Freitas, sendo agredida pelo...

Crédito avaliado em 272,7milhões

O crédito registado no âmbito do Programa de Reconversão da Economia Informal está, até ao momento, avaliado em 272,7 milhões de kwanzas, segundo dados...

Notícias relacionadas

Economista Yuri Quixina alvo de assalto à mão armada

O economista e docente universitário Yuri Quixina anunciou na sua página do twitter ter sido hoje, alvo de um assalto à mão armada, quando...

Imunidades de Manuel Vicente vão ser reavaliadas pela PGR

As imunidades que protegem o ex-vice-Presidente angolano, Manuel Vicente, de processos judiciais vão ser reavaliadas pela Procuradoria-Geral da República de Angola, avançou à Lusa...

Cantora gospel é agredida pelo marido em pleno shopping no Rio de Janeiro

O cantor gospel Juninho Black publicou em sua conta do Instagram um vídeo onde mostra sua irmã, a cantora Quesia Freitas, sendo agredida pelo...

Crédito avaliado em 272,7milhões

O crédito registado no âmbito do Programa de Reconversão da Economia Informal está, até ao momento, avaliado em 272,7 milhões de kwanzas, segundo dados...

Zona Económica Especial: Privatizações mantêm os postos de trabalho

Os empregos dos colaboradores das empresas em processo de privatização na Zona Económica Especial (ZEE) Luanda - Bengo estão salvaguardados mesmo depois dos activos...
- Publicidade -

Deixe um comentário

Por favor insira seu comentário!
Digite seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.