- Publicidade-
Smooth Jazz Rádio Calema
Inicio Angola Rússia rejeita proposta francesa de restringir direito a veto na ONU

Rússia rejeita proposta francesa de restringir direito a veto na ONU

(AFP)
(AFP)

A Rússia recusou nesta quarta-feira uma proposta francesa de restringir o direito ao veto de membros permanentes do Conselho de Segurança das Nações Unidas em casos de genocídio ou crimes contra a humanidade.

A proposta francesa foi considerada populista pelo embaixador russo na ONU, Vitali Tchourkine, ao expressar seu repúdio. “Somos contra, esta não é uma proposta viável”, destacou.

“Se a França quer limitar seu próprio direito ao veto, que o faça”, ironizou Tchourkine durante colectiva de imprensa para apresentar o programa que a Rússia aplicará quando assumir a presidência do Conselho de Segurança em Setembro.

A Rússia, por sua vez, acrescentou que não entende como pode se privar “de um instrumento que permite ao Conselho tomar decisões equilibradas”, acrescentou.

“A ausência (do direito) ao veto pode levar a um desastre”, ressaltou o embaixador, em alusão a uma resolução da ONU de Fevereiro de 2011, que abriu o caminho para uma intervenção militar na Líbia para depor Muamar Kadhafi, depois da qual o país mergulho uno caos.

Esta é a primeira vez que um representante russo rejeita tão frontalmente e em público a iniciativa francesa, que tampouco despertou entusiasmo das outras grandes potências.

Os cinco membros permanentes do Conselho (EUA, França, China e Reino Unido) dispõem do direito a vetar as decisões tomadas pela instituição.

A Rússia usou o veto quatro vezes desde o início da guerra na Síria para proteger de pressões dos governos ocidentais o regime de Bashar al Assad. (afp.com)

afp_tickers

- Publicidade -
- Publicidade -

Jornalistas agredidos em Nampula em pleno trabalho

Os profissionais foram agredidos e seus equipamentos retidos Dois jornalistas do canal televisivo moçambicano Media Mais TV foram agredidos na terça-feira, 24, num bairro da...
- Publicidade -

Família de manifestante morto em Luanda insiste em autópsia independente com presença de fotógrafo

Depois da recusa da PGR, quarta tentativa está marcada para amanhã Três semanas após a morte do estudante angolano Inocêncio Alberto de Matos durante a...

Petróleo ilumina mercados

O preço do barril de Brent negociou, ontem, ao meio-dia, no mercado de Londres, no valor de 47,70 dólares, uma variação positiva de 1,62...

PM guineense quer manter ministro da Economia no Governo e recusa sua demissão

Victor Mandinga pediu demissão depois da nomeação de vice-primeiro-ministro O primeiro-ministro da Guiné-Bissau, Nuno Gomes Nabiam, disse nesta terça-feira, 24, não ter aceite o pedido...

Notícias relacionadas

Jornalistas agredidos em Nampula em pleno trabalho

Os profissionais foram agredidos e seus equipamentos retidos Dois jornalistas do canal televisivo moçambicano Media Mais TV foram agredidos na terça-feira, 24, num bairro da...

Família de manifestante morto em Luanda insiste em autópsia independente com presença de fotógrafo

Depois da recusa da PGR, quarta tentativa está marcada para amanhã Três semanas após a morte do estudante angolano Inocêncio Alberto de Matos durante a...

Petróleo ilumina mercados

O preço do barril de Brent negociou, ontem, ao meio-dia, no mercado de Londres, no valor de 47,70 dólares, uma variação positiva de 1,62...

PM guineense quer manter ministro da Economia no Governo e recusa sua demissão

Victor Mandinga pediu demissão depois da nomeação de vice-primeiro-ministro O primeiro-ministro da Guiné-Bissau, Nuno Gomes Nabiam, disse nesta terça-feira, 24, não ter aceite o pedido...

Ministro moçambicano da Defesa celebra conquistas em Cabo Delgado, mas analistas sugerem cautela

"Não é por se ter recuperado a vila de Muidumbe, que tinha sido ocupada pelos insurgentes, que se vai celebrar a vitória", diz analista...
- Publicidade -

Deixe um comentário

Por favor insira seu comentário!
Digite seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.