- Publicidade-
Smooth Jazz Rádio Calema
Inicio Economia Produção de diamantes aumenta no país

Produção de diamantes aumenta no país

Mais de oitocentos e sessenta e cinco mil quilates de diamantes, no valor de 115 milhões, 420 mil e 263 dólares (um dólar equivale 125,16 Akz), foram produzidos e comercializados durante o mês de Julho deste ano no país, a um preço médio de 133 por quilate.

DIAMANTES (Foto: Pedro Parente)
DIAMANTES (Foto: Pedro Parente)

Um informe do Ministério da Geologia e Minas chegado à Angop, indica que comparativamente ao mês de Junho, em que foram produzidos e comercializados 748 mil e 185 quilates, no valor de Usd 92 milhões, 914 mil e 839, ao preço médio de 124/quilate, registou-se um aumento no volume e no valor de 15,66% e 24.22%, respectivamente.

Este subida deveu-se, por um lado, ao aumento da produção da mina de Catoca, em 3,83%, e, por outro, à acumulação da comercialização dos diamantes da classe dos finos que normalmente ocorre de dois em dois meses.

Quanto ao valor das vendas, registou-se, no mesmo período, um ligeiro acréscimo de preços de diamantes brutos no mercado internacional, tendo o volume de oferta dos preços por quilate atingidos níveis considerados satisfatórios no mercado interno.

Em relação ao período homólogo de 2014, a produção foi de 685 mil e

488 quilates, no valor de 92 milhões, 546 mil e 99 dólares, comercializada ao preço médio de 135 dólares/quilate.

Quanto à meta anual, segundo o informe, a produção total de diamantes brutos e a receita bruta correspondem a 48,87% e 49,35%, respectivamente.

O documento refere ainda que a produção industrial de diamantes, durante o mês de Julho deste ano, contou com a participação das minas de Catoca, Cuango, Camútwe, Chitotolo, Somiluana, Calonda, Luó e Luminas das doze minas em exploração.

Nestas minas registou-se uma produção total de 764 mil e 29 quilates, no valor de 90 milhões, 741 mil e 780 dólares, comercializada ao preço médio de 118 por quilate.

Comparativamente ao mês de Junho deste ano, a produção e comercialização foi de 701 mil e 34 quilates, no valor de 79 milhões

528 mil, 937 dólares, ao preço médio de 113 por quilate.

Com relação ao período homólogo de 2014, em que a produção foi de

663 mil e 64 quilates, no valor de Usd 82 milhões, 859 mil e 759, ao

preço médio de 124 por quilate, registou-se um ligeiro aumento no volume e no valor de 15,23% e 9,51%, respectivamente.

Quanto à produção artesanal, esta contou com sete das doze operadoras credenciadas para a compra de diamantes brutos, tendo sido vendidos um total de 101.344, 88 quilates, no valor de Usd 24.678.482,27, ao preço médio de Usd 243,51/quilate.

Comparativamente com a produção do mês de Junho, esta cifrou-se em 47.151,27 quilates, no valor de Usd 13.385.901,59, comercializada ao preço médio de Usd 283,89/quilate. Esta variação deveu-se ao maior número de operadores que participaram na compra de diamantes brutos.

Em relação ao período homólogo de 2014, a produção cifrou-se em 22.423,44 quilates, no valor de Usd 9.686.340,26, vendidas ao preço médio de Usd 431,97 por quilate.

Durante o mês Julho, a produção artesanal de diamantes brutos distribuiu-se geograficamente pelas províncias da Lunda Norte, com 70%, nas localidades do Cuango (24,50%), Muxinda (10,50%), Lucapa (17,50%), Cambulo (9,10%) e Xá Muteba (8,40%). Na Lunda Sul e Malanje 1,50%, na localidade de Kundi Ya Base e Marimba e no Cuanza Sul 0,50% no Mussende.

Em relação à meta anual, a produção artesanal e a sua receita bruta alcançaram 85,92% e 70,29%, respectivamente.

No domínio da exportação de diamantes brutos, durante o mês de Julho do

corrente ano, foram exportados 850 mil e 519 quilates de diamantes brutos, no valor de 113 milhões, 563 mil e 903 dólares, ao preço médio de 133 por quilates.

Já em Junho último, as exportações foram de um milhão, 332 mil e 825

quilates, no valor de 161 milhões 26 mil 674 dólares, ao preço médio de

120 dólares/quilate, registando-se uma diminuição no volume e em valor de 36,19% e 29,48%.

Quanto ao período homólogo de 2014, as exportações se cifraram em 733 mil e 895 quilates, no valor de 96 milhões, 207 mil e 480 dólares, ao preço médio de 131 dólares por/quilate.

Os principais destinos dos diamantes brutos foram os Emiratos Árabes Unidos, com 95% do total exportado, seguindo de Hong Kong (3%), Israel, (1%), Bélgica (1%), e Panamá (0.01%). (portalangop.co.ao)

- Publicidade -
- Publicidade -

Morreu Diego Maradona, avança a imprensa argentina

Antiga estrela do futebol tinha 60 anos. A antiga estrela do futebol mundial, Diego Armando Maradona, morreu esta quarta-feira aos 60 anos, avança a imprensa argentina. Maradona,...
- Publicidade -

Músico Teta Lágrimas aponta aumento da qualidade no produto musical angolano (Vídeo Fair Play)

Membro de uma família de músicos, que desde criança se apaixonou pela arte, Teta Lágrimas considera que a música angolana ganhou muito nos últimos...

Angola com reservas internacionais líquidas de 8,4 mil milhões dólares

Angola possui 8.4 mil milhões de dólares norte-americanos de reserva internacional, que cobrem cerca de 11 meses de importações. A informação foi prestada nesta terça-feira...

CASA-CE pede mais verbas para a Saúde

O presidente do Grupo Parlamentar da CASA-CE defende mais verbas do Orçamento Geral do Estado (OGE) 2021 para o sector da Saúde, no sentido...

Notícias relacionadas

Morreu Diego Maradona, avança a imprensa argentina

Antiga estrela do futebol tinha 60 anos. A antiga estrela do futebol mundial, Diego Armando Maradona, morreu esta quarta-feira aos 60 anos, avança a imprensa argentina. Maradona,...

Músico Teta Lágrimas aponta aumento da qualidade no produto musical angolano (Vídeo Fair Play)

Membro de uma família de músicos, que desde criança se apaixonou pela arte, Teta Lágrimas considera que a música angolana ganhou muito nos últimos...

Angola com reservas internacionais líquidas de 8,4 mil milhões dólares

Angola possui 8.4 mil milhões de dólares norte-americanos de reserva internacional, que cobrem cerca de 11 meses de importações. A informação foi prestada nesta terça-feira...

CASA-CE pede mais verbas para a Saúde

O presidente do Grupo Parlamentar da CASA-CE defende mais verbas do Orçamento Geral do Estado (OGE) 2021 para o sector da Saúde, no sentido...

Vítima de Covid-19: Morreu Reinaldo Teles, histórico dirigente do FC Porto

Morreu Reinaldo Teles. O histórico dirigente do Futebol Clube do Porto estava internado há um mês no Hospital de São João com Covid-19. Reinaldo Teles...
- Publicidade -

Deixe um comentário

Por favor insira seu comentário!
Digite seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.