- Publicidade-
Smooth Jazz Rádio Calema
Inicio Mundo Lusófono Portugal Hospital condenado por negligência por comprometer hipóteses de sobrevivência de doente

Hospital condenado por negligência por comprometer hipóteses de sobrevivência de doente

(D.R)
(D.R)

Tereza Coelho morreu em 2009, por choque séptico devido a pneumonia. Hospital da Cuf exigia 11 mil euros à família da doente, mas acabou por ser condenado a pagar indemnização de 248 mil euros.

O Hospital Cuf Descobertas, em Lisboa, foi condenado a pagar uma indemnização por “perda de chance” de sobrevivência à família de uma doente que ali morreu, na sequência de um choque séptico. A sentença, que é invulgar em Portugal, foi conhecida esta terça-feira e noticiada pelo jornal Público.

Trata-se do caso de Tereza Coelho, ex-jornalista e diretora editorial da Dom Quixote, que morreu aos 49 anos na sequência de uma septicemia, uma infeção generalizada, a 17 de janeiro de 2009. No dia 31 de dezembro de 2008, dirigira-se ao Hospital da Cuf Descobertas pelas duas da madrugada, tendo sido diagnosticada com uma amigdalite. Nos dias anteriores, tinha tomado antibiótico, por estar a fazer tratamento para o que julgava ser uma infeção respiratória. Foi observada por um especialista em medicina desportiva que a mandou embora sem fazer uma radiografia ao tórax.

Sete horas depois, voltou à urgência e os médicos que a atenderam consideraram, indica o Público, que o seu estado era muito grave. Foi intubada e submetida a vários exames. Viria a morrer por choque séptico devido a pneumonia, 17 dias depois.

“Numa sépsis (infeção generalizada) grave diagnosticada na primeira hora, a probabilidade de sobrevivência é de quase 80%, percentagem que desce para cerca de 40% quando passam cerca de 3 horas, e ao fim de 12 horas apenas 20% dos doentes sobrevivem”, lê-se na sentença da 1.ª Secção do Tribunal de Lisboa, que condenou o hospital a pagar 248 mil euros à família da doente.

O primeiro processo na justiça, porém, tinha sido movido pelo hospital, que pertence ao grupo Mello Saúde, que exigia o pagamento de uma conta superior a 11 mil euros pela permanência da doente na unidade de saúde. A família rispostou e o hospital acabou por ser condenado a pagar uma indemnização mais de 20 vezes superior, por negligência. (dn.pt)

- Publicidade -
- Publicidade -

Tortuosos caminhos da liberdade (IV)

Arranco decidido para a terceira etapa do meu percurso, com o foco da corrupção a ocupar, bem contra a minha vontade – devo confessar...
- Publicidade -

Inaugurado em Luanda: Presidente propõe criação de fundo para manutenção do Arquivo Nacional

João Lourenço defende que a utilização do espaço deve obedecer a critérios que não pesem no bolso dos cidadãos, para que as pessoas possam...

Reações.Violência policial na França: a imprensa estrangeira em choque

Deriva autoritária? Caso George Floyd ao estilo francês? Após a divulgação de imagens da agressão a um produtor negro pela polícia e enquanto uma...

Falta de comida leva ursos a atacar túmulos na Rússia

Animais procuraram forma de sobreviver à fome O comportamento incomum dos animais foi observado em mais do que uma cidade, mas foi o município russo...

Notícias relacionadas

Tortuosos caminhos da liberdade (IV)

Arranco decidido para a terceira etapa do meu percurso, com o foco da corrupção a ocupar, bem contra a minha vontade – devo confessar...

Inaugurado em Luanda: Presidente propõe criação de fundo para manutenção do Arquivo Nacional

João Lourenço defende que a utilização do espaço deve obedecer a critérios que não pesem no bolso dos cidadãos, para que as pessoas possam...

Reações.Violência policial na França: a imprensa estrangeira em choque

Deriva autoritária? Caso George Floyd ao estilo francês? Após a divulgação de imagens da agressão a um produtor negro pela polícia e enquanto uma...

Falta de comida leva ursos a atacar túmulos na Rússia

Animais procuraram forma de sobreviver à fome O comportamento incomum dos animais foi observado em mais do que uma cidade, mas foi o município russo...

LIMA tem nova líder no Bengo

A nova presidente provincial do Bengo da Liga da Mulher Angolana (LIMA), Ana Paula Afonso, foi investida, ontem, em Caxito, substituindo Ana José Chumbo. A...
- Publicidade -

Deixe um comentário

Por favor insira seu comentário!
Digite seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.