“É um risco para o PSD meter Sócrates na campanha política”

Rebelo de Sousa (DR)
Rebelo de Sousa (DR)

Discurso de Paulo Rangel poderá ser prejudicial para o PSD.

Em análise ao discurso que Paulo Rangel protagonizou na Universidade de Verão do PSD, Marcelo Rebelo de Sousa considera que pode ser perigoso para o partido ‘laranja’ falar em Sócrates.

Recorde-se que esta sexta-feira, Paulo Rangel afirmou que “se os socialistas estivessem no Governo não haveria um primeiro-ministro e um banqueiro sob investigação”. Embora o professor lembre que o eurodeputado social-democrata faça referência, constantemente, ao Governo de Sócrates, defende que fazê-lo do ponto de vista da Justiça pode não lhe ser benéfico.

“Meter ou não Sócrates na campanha? Eu acho que não. É um risco para o PSD ser ele a metê-lo”, disse, considerando que se isso acontecer a coligação está “ a legitimar a afirmação de Sócrates sobre a vitimização da política”.

“O tema Sócrates é um tema que é mais incómodo para o PS a menos que a direita se meta”, atirou, lembrando que se José Sócrates sair da prisão preventiva na próxima semana, poderá colocar António Costa numa situação complicada. (noticiasaominuto.com)

Deixe um comentário

Seu endereço de email não será publicado.

Translate »