Huíla: Justiça aposta na formação de quadros

Rui Mangueira - Ministro da Justiça e dos Direitos Humanos (Foto: António Escrivão)
Rui Mangueira – Ministro da Justiça e dos Direitos Humanos (Foto: António Escrivão)

O Ministério da Justiça e dos Direitos Humanos vai continuar a apostar na formação profissional de quadros, a todos níveis, visando a melhoria da qualidade da prestação de serviços aos cidadãos, afirmou nesta terça-feira, no Lubango, o titular da pasta.

Rui Mangueira disse à imprensa, após visita de trabalho à Huíla, que é importante investir mais no homem, porquanto só ele está em condições de fazer transformações positivas para o desenvolvimento do país.

Disse que neste momento estão a ser elaboradas matérias necessárias para se desenvolver as acções formativas entre trabalhadores, com objectivo de continuar a servir melhor.

Trata-se da atribuição de bilhete de identidade, registo civil e criminal, reconhecimento de documentos entre outros serviços de justiça a favor da população.

“Vamos ter que investir seriamente na formação dos recursos humanos ao nível do país, para dar resposta à melhoria e qualidade no que tange ao atendimento ao público”, disse.

Reconheceu haver alguma debilidade laboral por parte de alguns funcionários em distintas áreas do Ministério da Justiça e dos Direitos Humanos, cuja superação passa pelo reforço de ciclos formativos dentro do Plano Nacional de Formação de Quadros. (portalangop.co.ao)

Deixe um comentário

Seu endereço de email não será publicado.

Translate »