Notícias de Angola - Toda a informação sobre Angola, notícias, desporto, amizade, imóveis, mulher, saúde, classificados, auto, musica, videos, turismo, leilões, fotos

Número de mortos em onda de calor no Paquistão supera 450

(Foto de ASIF HASSAN/AFP)
(Foto de ASIF HASSAN/AFP)

A onda de calor que afecta o sul do Paquistão matou mais de 450 pessoas nos últimos três dias, um balanço duas vezes maior que o divulgado na terça-feira, anunciaram as autoridades.

A maioria das mortes aconteceu em Karachi, a maior cidade do país, com 20 milhões de habitantes, onde a temperatura alcançou 45 graus e muitos problemas foram registados na rede de energia eléctrica, o que afectou o fornecimento de água.

A onda de calor é similar a que afectou a vizinha Índia nas últimas semanas, a segunda mais importante da história do país e que deixou mais de 2.000 mortos.

“Mais de 450 pessoas morreram em consequência do calor intenso nos últimos três dias”, afirmou à AFP o médico Sabir Memon, funcionário do governo da província de Sindh, que tem Karachi como capital.

Pelo menos 10 pessoas morreram fora de Karachi, segundo uma fonte da secretaria de saúde.

A onda de calor deixou outros 10 mortos ao norte, na província de Punjab.

O porta-voz da Autoridade Nacional de Gestão de Catástrofes (NDMA), Ahmed Kamal, anunciou à AFP que o governo pediu ajuda ao exército e aos Rangers, uma força paramilitar, para ajudar as vítimas.

O governo de Sindh decretou estado de emergência nos hospitais, convocou os médicos que estavam de férias e aumentou os estoques de remédios.

Os efeitos da onda de calor coincidem com o Ramadã, durante o qual os muçulmanos praticantes permanecem em jejum entre o nascer e o pôr do sol. (afp.com)

Deixe uma comentário

Seu endereço de email não será publicado.

Translate »