Cabo Verde: Compromisso Diáspora do MpD debatido em Portugal

Na imagem, Emanuel Barbosa, Coordenador caboverdeano do MpD, em Portugal. (DR)
Na imagem, Emanuel Barbosa, Coordenador caboverdeano do MpD, em Portugal.
(DR)

A Coordenação do MpD-Portugal, Movimento para a Democracia, principal partido da oposição caboverdeana, organizou, este domingo, em Lisboa, uma conferência “Compromisso Diáspora”, na perspectiva, de ser governo.

A Coordenação do MpD, Movimento para a Democracia, em Portugal, organizou, este domingo, 14 de Junho, no Audtório do ISCTE-IUL, em Lisboa, uma Conferência, “Compromisso Diáspora, Ganhar os desafios da próxima década”.

A conferência contou com a presença de académicos e convidados de diferentes comunidades caboverdeanas europeias, sobretudo de Portugal, mas, também, de personalidades, de primeiro plano, do MpD, como o seu antigo-Presidente, Carlos Veiga, ou o actual, Presidente, Ulisses Correia e Silva, que quer ser governo, nas eleições do próximo ano.

Emanuel Barbosa, Coordenador do MpD, em Portugal, está convicto de que a Diáspora, terá ministérios de peso, no governo do seu partido, em 2016.

“Quisemos, sobretudo, promover, o diálogo, com a nossa comunidade, neste caso particular, residente em Portugal; termos a participação do partido, nos outros países da Europa, mas a ideia, é sobretudo, estabelecer, esse diálogo, que está a ser, também, estabelecido, em Cabo Verde, porque pensamos, que é essencial, e porque vamos ser governo, em 2016, e um dos propósitos, desde já, é ter uma agenda para resolver os problemas, que afligem,os caboverdeanos, quer em Cabo Verde, quer na Diáspora.”

Sobre o tipo de contribuição que a Diáspora caboverdiana, pode dar, a um futuro governo do MpD, Emanuel Barbosa, sublinha, que “ninguém melhor do que a Diáspora, para dizer o que quer, o que pretende, e portanto, com o o MpD, é garantido, que a Diáspora, esteja representado, no futuro governo do MpD, a nível de ministérios da Cooperação, ou mesmo, dos Negócios estrangeiros”.

Clique, pois, no altifalante, acima, à esquerda, e oiça a entrevista, com Emanuel Barbosa, Coordenador do MpD-Portugal. (rfi.fr)

Deixe um comentário

Seu endereço de email não será publicado.

Translate »