Manifestações proibidas em Angola

Foto: Coque Mukuta/Arquivo)
Foto: Coque Mukuta/Arquivo)

As autoridades de Luanda, mais uma vez não autorizaram as duas manifestações
previstas para hoje, na capital angolana.

Os ex-militares e agentes de segurança do Governo, convocaram a manifestação para exigir o pagamento das suas pensões de reforma e o enquadramento na Caixa Social das forças armadas angolanas.

Outra manifestação foi convocada pelos activistas da Juventude Revolucionária, para condenar o suposto genocídio protagonizado pelas forças de segurança, recentemente, durante uma operação na região do Huambo, contra os fieis da seita religiosa, Sétimo Dia a Luz do Mundo.

Os activistas, exigem igualmente, um inquérito independente das Nações Unidas para responsabilizar os culpados.

O percurso dos manifestantes e o Largo do Primeiro de Maio, local para a concentração dos mesmos, foram concentrados efectivos da policia que inviabilizaram os protestos.

As dezenas de manifestantes foram impedidas de manifestarem. (rfi.fr)

Deixe um comentário

Seu endereço de email não será publicado.

Translate »