Notícias de Angola - Toda a informação sobre Angola, notícias, desporto, amizade, imóveis, mulher, saúde, classificados, auto, musica, videos, turismo, leilões, fotos

Serviços meteorológicos e climáticos apoiam o desenvolvimento sustentável em África

0


(Ver video)

A 3.ª sessão da Conferência Ministerial Africana sobre Meteorologia (AMCOMET)  será organizada pelo governo de Cabo Verde entre 10 e 14 de fevereiro. Centrar-se-á na melhoria dos serviços meteorológicos e climáticos que são vitais para a segurança alimentar, gestão da água, redução do risco de desastres e saúde, bem como setores económicos fundamentais como transportes, energia e turismo, entre outros.

“Todos os países africanos devem participar no esforço coletivo que visa o desenvolvimento socioeconómico transformativo de todo o continente para construir The Africa We Want (A África que queremos) planeada na African Union Agenda 2063”, afirmou a Comissária da União Africana para a Economia Rural e Agricultura, Rhoda Peace Tumusiime.

“Os serviços nacionais meteorológicos e hidrológicos são fatores críticos no apoio ao desenvolvimento sustentável. Existe, hoje em dia, um maior reconhecimento dos benefícios socioeconómicos proporcionados pelos serviços meteorológicos e climáticos”, afirmou o secretário-geral da Organização Meteorológica Mundial (OMM), Michel Jarraud.

Os ministros irão discutir a Estratégia Africana Integrada para a Meteorologia (serviços meteorológicos e climáticos), que tem como um dos seus objetivos aumentar o reconhecimento e financiamento dos Serviços Nacionais Meteorológicos e Hidrológicos. Será aprovado um novo centro climático regional para a África Central para reforçar as capacidades de investigação e previsão. Os ministros irão também considerar os contributos da comunidade meteorológica para uma política espacial e estratégia pan-africanas.

“Conhecimento, investigação e inovação são vitais para a competitividade da economia africana e permitem-nos fazer frente aos desafios nos âmbitos do clima, da água e da energia”, afirmou o Dr. Antero Veiga, Ministro do ambiente, habitação e ordenamento do território.

“As recentes inundações devastadoras em muitas regiões de África, em especial no sul do continente, mostraram, mais uma vez, como os perigos relacionados com o clima debilitam e afetam o desenvolvimento social, político e económico”, referiu Hon Saviour Kasukuwere, Ministro do Ambiente, Água e Clima do Zimbabwe e presidente cessante da AMCOMET. “Não há dúvidas de que os caprichos da meteorologia e do clima terão um papel crucial no planeamento da agenda para o desenvolvimento africano. Isto requer uma abordagem coletiva, uma união de resolução baseada na visão partilhada para a proteção climática do nosso estimado continente, parcerias sinceras e empenho.”  (African Press Organization)

 

Deixe uma comentário

Seu endereço de email não será publicado.

Translate »