Polícia angolana lança mega operação de trânsito

(AP)
(AP)

A policia angolana lançou hoje, 19, uma enorme operação de trânsito que visa reduzir o número de acidentes e mortos nas  ruas e estradas do país.

A verificação das condições das viaturas e o controlo de consumo de álcool  integram a  estratégia adoptada pela polícia.

A operação segue-se a declarações da Direcção Nacional de Viação e Transito, que prometeu retirar de circulação todas as viaturas em maus estado técnico para evitar acidentes nas estradas

Os acidentes em Angola têm causado a morte de dezenas de cidadãos, entre crianças, jovens e idosos, provocando mesmo um recente debate no parlamento sobre a questão.

Um relatório do grupo parlamentar do MPLA revelou que 12 pessoas morrem em média por dia em resultado de acidentes de viação em Angola. As mortes em acidentes nas estradas são a segunda causa de mortes no país.

A oposição acusa o Governo de incapacidade para combater  a corrupção no seio da polícia que propicia a condução desregrada.

O excesso de velocidade, a ultrapassagem e mudanças bruscas de direcção de forma irregular,  bem como a condução sob influência do álcool, foram consideradas as principais causas dos acidentes no país durante um debate promovido no parlamento angolano.

Anteriormente, o Executivo tinha proibido a entrada no país de carros com mais de três anos de fabrico, mas agora o comissário Inocêncio de Brito, Director Nacional de Viação e Transito, promete retirar de circulação todas as viaturas em mau estado  para evitar acidentes nas estradas do país.

“Vamos afastar das estradas todos aqueles veículos que estejam em maus estado técnico, que não tem as condições de segurança para circular”, disse

Segundo a Direcção Nacional de Viação e Trânsito (DNVT), as outras causas dos acidentes são a falta de precaução, a não cedência de prioridade, o mau estado dos veículos, o uso do telemóvel durante a condução e a má travessia dos peões. (voa.com)

por Coque Mukuta

Deixe um comentário

Seu endereço de email não será publicado.

Translate »