Ler Agora:
Obra em homenagem a constitucionalista vai ser lançada
Artigo completo 2 minutos de leitura

Obra em homenagem a constitucionalista vai ser lançada

Márcia Nigiolela, Decana da Faculdade de Direito da Universidade Agostinho Neto (Foto: Joaquina Bento)

Márcia Nigiolela, Decana da Faculdade de Direito da Universidade Agostinho Neto (Foto: Joaquina Bento)

A Faculdade Direito da Universidade Católica de Angola (FDUCAN) vai publicar no segundo semestre do ano em curso uma obra jurídica em homenagem ao constitucionalista angolano Adérito Correira.

Esta informação foi prestada hoje à Angop pela decana dessa instituição do ensino superior, Márcia Nigiolela, afirmando que a obra será o resultado de uma recolha de artigos científicos de docentes e juristas angolanos.

Referiu que os autores dos artigos são essencialmente docentes das Universidades Agostinho Neto e Católica de Angola, as duas únicas instituições no país que leccionam o curso de direito.

A decana frisou que o primeiro passo para homenagear o constitucionalista Adérito Correia terá lugar terça-feira, 3 de Fevereiro, num acto constituído por dois momentos com destaque para prelecções de professores de direito público.

No acto haverá igualmente um encontro dos docentes de direito público que irão proferir palestras.

O constitucionalista Adérito Correia foi o primeiro decano da Faculdade de Direito da Universidade Católica e esta instituição decidiu homenageá-lo por ocasião da comemoração do 5º aniversário da aprovação da Constituição da República de Angola , assim como pelo facto do mesmo ser professor de direito constitucional.

Márcia Nigiolela sublinhou que outro motivo que levou a realização deste acto foi a contribuição que o mesmo prestou em obras cientificas relacionadas com o direito constitucional.

Realçou, por outro lado, que Adérito Correia, além de ter sido decano da Faculdade de Direito da Universidade Agostinho Neto esteve igualmente a frente da Universidade Católica de Angola durante 15 anos.

Nesse período foram formados mais de 500 quadros na área do direito, hoje inseridos em áreas da administração da justiça. (portalangop.co.ao)

Deixe um comentário

Seu endereço de email não será publicado. Os campos com são obrigatórios *

Input your search keywords and press Enter.
Translate »