O comboio inaugural dos Caminhos-de-Ferro de Benguela (CFB), ligando o litoral à fronteira com a República Democrática do Congo, chegou quinta-feira ao Luau.A viagem iniciou-se terça-feira, com a partida da cidade do Lobito, tendo demorado cerca de 30 horas para percorrer 1344 quilómetros até chegar ao Luau, vila junto à fronteira com o país vizinho.A linha foi totalmente reconstruída pela empresa China Railway Construction Corporation (CRCC), ao abrigo de uma obra pública mas de concepção chinesa, desde a elaboração do projecto à construção física da linha e das 67 estações, além do fornecimento de material circulante, num investimento avaliado em 1,83 mil milhões de dólares.

O troço final dos CFB, entre Luena e Luau (vila na fronteira leste), de 334 quilómetros e com sete estacões, foi concluído em 2014 e esteve em testes até agora, com a partida do designado “comboio inaugural”, ligando dois extremos do país, transportando dezenas de convidados.

A construção desta linha iniciou-se a 1 de Março de 1903, durante a colonização portuguesa, e ficou concluída cerca de 26 anos depois, mas a guerra civil que se registou em Angola provocou a destruição das infra-estruturas, com o comboio a deixar de chegar à fronteira em 1983.

A ligação entre o Lobito e a cidade do Luena, a capital da província do Moxico, foi restabelecida em 2012, sendo o transporte de passageiros agora alargado até ao Luau.

Esta linha deverá garantir o transporte anual de 20 milhões de toneladas de carga e de quatro milhões de passageiros. (cargoediçoes.pt)