Ler Agora:
Multidão recebe diretor de rádio libertado no Burundi
Artigo completo 2 minutos de leitura

Multidão recebe diretor de rádio libertado no Burundi

Multidão se reúne em frente à sede da rádio RPA no Burundi (Foto de Esdras Ndikumana/AFP)

Multidão se reúne em frente à sede da rádio RPA no Burundi (Foto de Esdras Ndikumana/AFP)

Dezenas de milhares de pessoas receberam nesta quinta-feira na saída da prisão em Bujumbura, a capital do Burundi, Rob Rugurika, director da popular rádio privada RPA, ligada à oposição.

Rugurika havia sido indiciado por cumplicidade no assassinato de três religiosas italianas.

A detenção do director da RPA provocou protestos da oposição, da sociedade civil, da comunidade internacional e dos organismos de defesa dos direitos humanos.

A justiça acusou o jornalista de ter divulgado a confissão de um homem que alegava ser um dos assassinos de três religiosas italianas mortas em Setembro do ano passado em Kamenge (ao norte de Bujumbura).

O homem denunciou o envolvimento do serviço secreto do país, mas sem explicar a possível motivação.

Esta versão era contrária a da justiça do Burundi, que determinou a prisão de um jovem no bairro de Kamenge pouco depois dos crimes.

O jovem, considerado “desequilibrado”, foi acusado pelos três assassinatos e detido.

A oposição suspeita que o presidente Pierre Nkurunziza aspira um terceiro mandato, que seria inconstitucional, nas eleições legislativas de Maio e Junho e o acusa de restringir o espaço político e amordaçar a imprensa. (afp.com)

Deixe um comentário

Seu endereço de email não será publicado. Os campos com são obrigatórios *

Input your search keywords and press Enter.
Translate »