Mais de 56 mil cidadãos frequentam aulas de alfabetização na Huíla

Aula de Alfabetização (Foto: Angop)
Aula de Alfabetização (Foto: Angop)

Cinquenta e sete mil cidadãos estão desde segunda-feira a frequentar aulas de alfabetização na província da Huíla, no âmbito do Programa de Aprendizagem e Aceleração Escolar (PAAE) e do Sim Eu Posso levado a cabo pela direcção da Educação, Ciência e Tecnologia.

Segundo o coordenador do Programa de Alfabetização e Aceleração Escolar, na Huíla, Marcos José, os cidadãos com idades compreendidas entre 15 aos 49 anos frequentam aulas nos módulos I, II e III, que correspondem a primeira até a sexta classe.

Marcos José acrescentou que as aulas estão a ser leccionadas por 764 alfabetizadores.

Afirmou que o programa tem contado com os apoios das igrejas reconhecidas pelo governo, organizações da sociedade civil e partidárias, como a OMA, JMPLA, Forças Armadas Angolanas (FAA).

Relativamente ao material didáctico, tais como cadernos, quadros pretos, apagadores, livros, entre outros, o responsável disse não constituir preocupação, porquanto foram distribuídos nos centros de alfabetização.

Para atender o programa “Sim eu Posso”, método cubano, Marcos José referiu terem sido montados 195 centros, dos 223 previstos, nos 14 municípios da província.

Para tal, apelou aos interessados no sentido de aderirem a este objectivo, de forma a poderem ajudar no desenvolvimento do país.

“Quando de procede inscrições, nota-se mais a afluência de mulheres do que de homens, logo, é necessário quebrar o preconceito para que cada um saiba escrever e ler para que, no futuro, possa garantir na reconstrução do país”, disse.

Lembrou que este programa visa recuperar o atraso escolar que muitos cidadãos enfrentam e acabar com o analfabetismo. (portalangop.co.ao)

Deixe um comentário

Seu endereço de email não será publicado.

Translate »