Ler Agora:
Luanda: Município de Icolo e Bengo beneficia de um Posto Fiscal
Artigo completo 2 minutos de leitura

Luanda: Município de Icolo e Bengo beneficia de um Posto Fiscal

Adriano Mendes de Carvalho - Administrador Municipal do Icolo e Bengo (Foto: Clemente Santos)

Adriano Mendes de Carvalho – Administrador Municipal do Icolo e Bengo (Foto: Clemente Santos)

O município de Icolo e Bengo, em Luanda, beneficiou quarta-feira de um Posto Fiscal que vai permitir, pela primeira vez na história de sua existência, arrecadar valores de impostos e taxas para os cofres do Estado.

Em declarações à imprensa, o administrador municipal, Adriano Mendes de Carvalho, que procedeu a inauguração do Posto Fiscal, acompanhado pelo Administrador Geral Tributário, Hermenegildo Gaspar, disse que a inexistência da instituição era “bastante” constrangedora porque os empresários tinham de percorrer longas distâncias para pagar os impostos.

Entretanto, prosseguiu o administrador, doravante o Posto Fiscal irá colmatar tal necessidade e sistematicamente contribuir na arrecadação de receitas, sendo que o país vive um período “extremamente” delicado da vida económica.

” A diversificação da economia é um imperativo, contrariando a dependência do petróleo, daí que a arrecadação financeira em outros sectores passa a ser necessária” sublinhou o administrador municipal.

Finalmente, aquele responsável apelou ao empresariado local que se dirija ao Posto Fiscal do município e deixem de pagar impostos em outras localidades, pois o município conta com eles para o desenvolvimento socioeconómico da região.

Por seu turno, o Administrador Geral Tributária, Hermenegildo Gaspar, disse que no Posto inaugurado, os serviços serão semelhantes aos de outras Repartições Fiscais existentes, nomeadamente, o Registo Geral do Contribuinte, arrecadação de Receitas, entre outros.

Acrescentou que o Posto Fiscal contará com um a existência de um pequeno núcleo de fiscalização para acompanhamento das fiscalizações tributárias dos contribuintes.

A instituição possui igualmente um balcão do Banco de Crédito e Industria (BCI) para recepção dos Recursos e Transferências dos mesmos para Conta Única do Tesouro.

” Este posto fiscal é um dos primeiros passos para criação de uma Repartição Fiscal, Catete já precisava de uma instituição igual, pois que, o município sempre esteve nas prioridades do Ministério das Finanças” disse o responsável.

Agradeceu a Administração Municipal de Icolo e Bengo pela cedência do espaço em que se encontra o posto fiscal, situado no interior do edifício da Administração Local. Participaram do acto inaugural, membros da Administração Municipal Local, autoridade tradicionais, entre outras individualidades. (portalangop.co.ao)

Deixe um comentário

Seu endereço de email não será publicado. Os campos com são obrigatórios *

Input your search keywords and press Enter.
Translate »