Ler Agora:
Incêndio em mina sul-africana deixa 500 trabalhadores presos no subsolo
Artigo completo 2 minutos de leitura

Incêndio em mina sul-africana deixa 500 trabalhadores presos no subsolo

( AP Photo/ Themba Hadebe)

( AP Photo/ Themba Hadebe)

Um incêndio em uma mina de ouro sul-africana deixou quase 500 trabalhadores presos no subsolo neste domingo (22).

O fogo começou 2,3 quilómetros abaixo do solo. A mina pertence à Harmony Gold, maior produtora de barras de ouro da África do Sul. A companhia emitiu um comunicado dizendo que 287 dos 486 trabalhadores estavam em baías de refúgio subterrâneo e que as operações foram suspensas enquanto as equipes de busca e resgate procuram pelos outros mineiros desaparecidos.

A mesma mina foi cenário de um desastre em 2007, no qual cerca de três mil mineiros ficaram presos após uma explosão na tubulação.

O escritório do presidente sul-africano Jacob Zuma disse estar chocado com os eventos de hoje.

“O presidente deseja força aos mineiros e suas famílias durante este período”, disse o porta-voz Mac Maharaj, em comunicado. “Ele também pediu que todo o possível seja feito para garantir o resgate seguro dos mineiros.”

As minas de ouro da África do Sul são as mais profundas do mundo e foram classificados como algumas das mais perigosas, particularmente durante o apartheid. Autoridades do país disseram que o número de mortes em 2014 foi o menor registado na história da indústria, com 84 vítimas. (sputniknews.com)

 

 

Deixe um comentário

Seu endereço de email não será publicado. Os campos com são obrigatórios *

Input your search keywords and press Enter.
Translate »