Ler Agora:
Huíla: Polícia regista quatro homicídios voluntários em sete dias
Artigo completo 2 minutos de leitura

Huíla: Polícia regista quatro homicídios voluntários em sete dias

Porta-voz da Polícia Nacional na Huíla (Foto: Morais Silva)

Porta-voz da Polícia Nacional na Huíla (Foto: Morais Silva)

O Comando Provincial da Policia Nacional na Huíla registou nos últimos sete dias, quatro homicídios voluntários, sendo dois por arma de fogo e igual número por esfaqueamento, um a mais que em igual periodo anterior, informou hoje, domingo, na cidade do Lubango, o porta-voz da corporação, superintendente chefe Paiva Tomás.

Um os casos aconteceu no bairro comandante N’zaji, quando elementos não identificados dispararam contra uma senhora de nome por Ângela Kacikua, cujas motivações ainda estão por se descobrir.

O segundo caso foi praticado por um grupo de marginais em fuga que alvejaram a tiro um cidadão cuja identificação e causas também estão por identificar. Um outro caso foi praticado por um jovem de 23 anos de idade de nome Kazunga Estevão, que embriagado e na tentativa de agredir a sua esposa com uma arma branca, atingiu o bebé que acabou por falecer.

O quarto caso, aconteceu na via pública, onde um cidadão de nome, Francisco Cangomba, de 34 anos de idade, desertor da Polícia Nacional na comuna do Cabo Ledo, Luanda, esfaqueou a uma cidadã Maria Glória, de 21 anos de idade, sendo que as causas ainda estão por se esclarecer.

A Polícia Nacional procedeu igualmente a captura de três cidadãos implicados em diversos crimes resultantes da realização de 49 micro-operações na Huíla. (portalangop.co.ao)

Deixe um comentário

Seu endereço de email não será publicado. Os campos com são obrigatórios *

Input your search keywords and press Enter.
Translate »