Ler Agora:
Huambo: Conselho de Árbitros exige maior responsabilidade aos juízes
Artigo completo 2 minutos de leitura

Huambo: Conselho de Árbitros exige maior responsabilidade aos juízes

 Muluta Prata - Presidente do Conselho Central de Arbitros (Foto: Angop)


Muluta Prata – Presidente do Conselho Central de Arbitros (Foto: Angop)

O presidente do Conselho Central de Árbitros da Federação Angolana de Futebol (FAF), Muluta Prata, apelou domingo, na cidade do Huambo, aos árbitros a ajuizarem os jogos de futebol da próxima edição do campeonato nacional da 1ª divisão (Girabola) com maior responsabilidade.

Ao falar no acto de encerramento do curso de capacitação de 66 árbitros nomeados pela Federação Angolana de Futebol (FAF) para ajuizarem os jogos da temporada futebolística de 2015, o responsável disse que o desejo do conselho de árbitros é assegurar que haja maior trabalho, dedicação, entrega e responsabilidade dos árbitros.

Frisou que ser preciso ter maior consciência que os clubes investem mais no futebol, visando o desenvolvimento da modalidade, sendo, por isso, importante que os árbitros estejam alinhados com este desiderato.

Muluta Prata espera que com essa formação a época desportiva, que inicia este mês,  seja melhor em relação a do ano passado. “Queremos melhorar cada vez mais, para se atingir o top da excelência”.

Em quatro dias, os participantes actualizaram conhecimentos em matérias relacionadas com a bateria do teste interactivo, perfil do árbitro dentro e fora do campo, Lei das Grandes Penalidades, relação árbitro/dirigente, treinamento físico, entre outros assuntos que visam a melhoria da sua actuação na análise de ocorrências num jogo de futebol.

Os temas foram facilitados por instrutores da Federação Internacional de Futebol Associado (FIFA), da Confederação Africana de Futebol (CAF) e Federação Angolana de Futebol.

Os trabalhos foram acompanhados pelo representante da Federação Internacional de Futebol Associado para o desenvolvimento da África Austral e Central, Carlos Henriques. (portalangop.co.ao)

Deixe um comentário

Seu endereço de email não será publicado. Os campos com são obrigatórios *

Input your search keywords and press Enter.
Translate »