Governo afegão iniciará negociações de paz com talibãs

Abdullah Abdullah (AFP)
Abdullah Abdullah (AFP)

Cabul, 23 Fev. – O governo do Afeganistão anunciou nesta segunda-feira que começará negociações com os talibãs em um futuro próximo, embora tenha negado ter mantido até o momento diálogo directo com o grupo insurgente.

“O diálogo de paz com os talibãs vai começar em um futuro próximo”, disse o chefe do Executivo, Abdullah Abdullah, em sessão do Conselho de Ministros.

Abdullah, ex-líder da luta anti talibã, manifestou sua esperança de que a iniciativa do governo leve a paz ao Afeganistão, em um período de transição depois que a OTAN finalizou em Janeiro a sua missão de desdobramento militar.

O presidente afegão, Ashraf Gani, destacou que as bases para as negociações estão em seu melhor momento há três décadas e considerou que o povo afegão deve aproveitar esta “oportunidade única” para restaurar a paz no país, de acordo com uma nota divulgada pelo palácio presidencial.

Gani deu os primeiros passos no caminho rumo à paz com os talibãs ao manter, por sua vez, reuniões com altos cargos políticos e da sociedade civil para medir o assunto.

O futuro acordo com o grupo insurgente não virá, no entanto, em detrimento dos avanços obtidos durante os últimos 13 anos, disse ontem Abdullah durante seu discurso em uma conferência em Cabul, onde assegurou que o governo não comprometerá seu “prestígio, honra, reputação nem os direitos” dos afegãos.

O porta-voz do chefe do Executivo Javid Faiçal disse hoje à Efe que seu vizinho Paquistão terá um papel “crucial” no processo de paz, do que todos os afegãos, incluindo políticos e líderes islâmicos, serão mantidos a par. (EFE)

 

Deixe um comentário

Seu endereço de email não será publicado.

Translate »