Notícias de Angola - Toda a informação sobre Angola, notícias, desporto, amizade, imóveis, mulher, saúde, classificados, auto, musica, videos, turismo, leilões, fotos

Goodyear paga coima de 16 milhões de dólares por corrupção nas operações em Angola e no Quénia

0
(Foto: D.R.)
(Foto: D.R.)

A marca de pneus norte-americana vai pagar 16 milhões de dólares aos reguladores dos Estados Unidos depois de não ter conseguido resolver os processos de corrupção em torno das suas operações em Angola e no Quénia.

A Comissão do Mercado de Valores dos Estados Unidos (SEC, na sigla em inglês) afirmou que subsidiárias da fabricante de pneus norte-americana Goodyear pagaram mais de 3,2 milhões de dólares em subornos a empresas privadas detidas por responsáveis governamentais de países como Angola e o Quénia.

Segundo escreve a BBC, estes subornos, que terão sido praticados entre 2007 e 2011, permaneciam dissimulados nas contas oficiais da Goodyear. A marca de pneus não negou nem admitiu as acusações.

Contudo, enquanto resultado de um acordo com a SEC, a Goodyear irá pagar mais de 14,1 milhões de dólares decorrentes de  lucros ilícitos e ainda juros de 2,1 milhões de dólares.

“As empresas privadas devem assegurar uma contabilidade precisa, e o controlo contabilístico relaxado da empresa permitiu uma rotina de pagamentos corruptos a subsidiárias africanas onde ficavam escondidos os registos”, sustentou em comunicado a SEC. Comunicado que acrescenta que “este acordo assegura que a Goodyear perderá todos os lucros ilícitos obtidos em negócios conseguidos através de subornos a responsáveis governamentais, bem como a funcionários de empresas em Angola e no Quénia”.

Por sua vez, a Goodyear garante já ter implementado “medidas correctivas” e assegurou já ter cessado a propriedade de interesses nos negócios no Quénia, estando ainda a avançar com o processo de venda das suas operações em Angola. (jornaldenegocios.pt)

 

Deixe uma comentário

Seu endereço de email não será publicado.

Translate »