Notícias de Angola - Toda a informação sobre Angola, notícias, desporto, amizade, imóveis, mulher, saúde, classificados, auto, musica, videos, turismo, leilões, fotos

Falso alarme de ébola em Lisboa

 

Lisboa (Foto: D.R.)
Lisboa
(Foto: D.R.)

Uma mulher da Guiné-Conacri está a receber tratamento para a malária no Hospital Curry Cabral, em Lisboa, após ter dado entrada na unidade hospitalar como um caso de possível contaminação pelo vírus ébola. Após ter sido sujeita a análises, confirmou-se que a doente, transferida esta sexta-feira do Hospital do Barreiro com sintomas de ébola, está afinal infetada com malária.

Suspeita de ébola O caso de suspeita de ébola foi confirmado ao Correio da Manhã durante a tarde desta sexta-feira pelo diretor-geral de saúde Francisco George. Na semana passada registou-se também uma suspeita de ébola no aeroporto de Lisboa. As autoridades portuguesas ativaram o plano de contingência. A possível contaminação acabou por não ser confirmada pela Direção-Geral de Saúde.

O surto de ébola, que começou há 14 meses, fez mais de 9200 mortos na Guiné-Conacri, Serra Leoa e Libéria. Os líderes dos três países da África Ocidental mais atingidos pela doença comprometeram-se, numa cimeira na Guiné-Conacri, este mês, a erradicar o vírus até meados de abril. O ébola é um vírus que foi pela primeira vez identificado em 1976 e provoca febres hemorrágicas. Não existe vacina, nem tratamentos específicos e a taxa de mortalidade situa-se entre os 25 e os 90 por cento. (cmjornal.xl.pt)

Deixe uma comentário

Seu endereço de email não será publicado.

Translate »