Notícias de Angola - Toda a informação sobre Angola, notícias, desporto, amizade, imóveis, mulher, saúde, classificados, auto, musica, videos, turismo, leilões, fotos

Educação constitui instrumento indispensavel para o progresso dos angolanos

0
Presidium da cerimónia de abertura da Jornada Março Mulher (Foto: Francisco Miudo)
Presidium da cerimónia de abertura da Jornada Março Mulher (Foto: Francisco Miudo)

A secretária-geral da Organização da Mulher Angolana (OMA), Luzia Inglês “Inga”, afirmou hoje, quarta-feira, em Luanda, que a educação constitui para o MPLA um instrumento indispensável para o progresso dos angolanos, através da transmissão de conhecimentos de valores morais e cívicos que vão moldar a personalidade do indivíduo e contribuir para a construção de um homem útil a sociedade na qual se encontra inserido.

A secretária- geral da OMA falava durante a cerimónia de abertura da Jornada Março Mulher 2015 que decorre sob lema lema “Mulher Angolana: Firme no resgate dos Valores Morais”.

De acordo com Luzia Inglês, a mulher como educadora deve estar no centro deste processo.

“É nossa convicção que o respeito pelos valores éticos, culturais e morais encaminham-nos para a construção de uma nação pacifica, solidária e harmoniosa”, acrescentou.

Considerou ser necessário que se continue a trabalhar na consolidação do processo da emancipação da mulher angolana e da promoção da igualdade do género, essecialmente no concernente à ocupação de cargos de responsabilidade política.

As mulheres devem continuar a participar activamente nos novos desafios políticos do país e dar a sua contribuição no fortalecimento da democracia.

A responsável referiu também que este ano, a celebração do dia da mulher angolana confronta-se com o fenómeno da baixa do preço do petróleo no mercado internacional.

Neste sentido, a OMA deve continuar a ser uma estrutura dinâmica, forte e coesa e desenvolver um papel importante junto da massa militante e das mulheres em geral na promoção de acções de esclarecimento sobre a situação económica e financeira do país, decorrente da baixa do preço do petróleo no mercado internacional.

Acrescentou ser necessario sensibilizar as mulheres para continuarem a desenvolver projectos inovadores que contribuam para a diversificação da economia nacional e promover o empreendedorismo no seio das mulheres.

“Todas as nossas militantes devem continuar a contribuir com a sua inteligencia, criatividade e talento em prol das tarefas acometidas à nossa organização. Estamos convencidas que só unidas, poderemos cumprir com as metas constantes no nosso rograma de acção e nos nossos estatutos”, referiu.

A coesão social e a solidariedade devem continuar a ser a chave para o sucesso e o cumprimento dos propósitos. (portalangop.co.ao)

Deixe uma comentário

Seu endereço de email não será publicado.

Translate »