Ler Agora:
CaixaBank já escolheu o homem para negociar com Isabel dos Santos
Artigo completo 4 minutos de leitura

CaixaBank já escolheu o homem para negociar com Isabel dos Santos

Ignacio Álvarez-Rendueles foi nomeado pelo presidente Isidro Fainé para liderar conversações. (Foto: D.R.)

Ignacio Álvarez-Rendueles foi nomeado pelo presidente Isidro Fainé para liderar conversações.
(Foto: D.R.)

O CaixaBank está decidido em conquistar o controlo do BPI e Isidro Fainé, presidente do grupo catalão, já escolheu o homem que irá liderar o processo da Oferta Pública de Aquisição (OPA) que lançaram sobre o BPI. Ignacio Álvarez-Rendueles, diretor adjunto do CaixaBank e representante dos espanhóis no conselho de administração do BPI, foi pessoalmente eleito pelo homem forte do CaixaBank para ficar dedicado a esta pasta.

Segundo o El Confidencial, Ignacio Álvarez-Rendueles terá mesmo deixado a administração do banco para ficar encarregue das negociações da OPA com os restantes acionistas, o que pressupõe conseguir fechar um acordo com a Santoro (holding de Isabel dos Santos) no apoio à oferta e decidir o controlo a subsidiária Banco Fomento de Angola (BFA), onde o BPI detém 50,1% do capital.

A escolha de Álvarez-Rendueles para este papel não será casual e demonstra alguma preocupação e cuidado dos espanhóis. Isidro Fainé sabe que, sendo um dos administradores presente no CA do BPI, Álvarez-Rendueles tem um grande conhecimento do banco de português. Além disso, o diretor adjunto do CaixaBank conta com mais de 20 anos de experiência na banca.

Antes de entrar no grupo espanhol, Ignacio Álvarez-Rendueles passou pela Goldman Sachs International, e trabalhou também nas divisões de banca de investimento de entidades internacionais como o Salomon Brothers International e S.G. Warburg, tanto em Madrid como em Londres.

A sua relação com o grupo CaixaBank começou em 1990 quando participou no estudo de viabilização da fusão da Caja de Pensiones com a Caja de Barcelona, que viria a dar origem ao La Caixa. Além disso, assessorou o La Caixa na entrada em bolsa da Criteria.

O silêncio de Isabel dos Santos sobre qual a sua posição relativamente à oferta dos espanhóis tem levantado dúvidas sobre o que fará a empresária angolana.

Desblindagem e preço

A eficácia da OPA está condicionada à desblindagem dos estatutos – fim da limitação do direito de voto a 20% – e a conseguir mais de 50% do capital. Este segundo ponto não será assim tão difícil de alcançar já que os espanhóis contam com 44,1% do banco português.

A preocupação está então na desblindagem dos estatutos que só é possível com a aprovação de 75% dos votos presentes na assembleia-geral. O grupo espanhol necessita do apoio dos maiores acionistas. Isabel dos Santos e Allianz (que tem 8,4%) surgem assim como peça-chaves, mas sobretudo a empresária angolana.

Com a desblindagem Isabel dos Santos acaba por perder influência. A limitação de votos a 20% tem permitido que a empresária angolana – que detém 18,6%- tenha praticamente o mesmo poder de voto dos catalães que contam com 44,1%. E é aqui que Angola, nomeadamente o BFA poderá surgir como moeda de troca nas negociações entre as duas partes e que Álvarez-Rendueles terá um papel decisivo.

Além disso, também o preço poderá ser um ponto da equação. Os espanhóis ofereceram 1,329 euros por ação. Um valor que face à média da cotação dos últimos seis meses representa uma valorização 0,7%, ou seja, praticamente não há prémio. Depois de vários dias a subir, as ações do BPI fecharam ontem a cair 0,45% para 1,32 euros.

A administração do banco tem oito dias para se pronunciar sobre a OPA, depois de recebidos os documentos oficiais, algo que ainda não aconteceu. Segundo o Dinheiro Vivo apurou o CA do BPI deverá reunir-se na primeira semana de março.

Para já os quatro representantes do CaixaBank no conselho de administração do BPI não se deverão pronunciar sobre a OPA, de modo a não influenciar a avaliação da administração. “O CaixaBank não participa ou abstém-se de votar”, adiantou o presidente executivo do grupo espanhol, Gonzalo Gortázar, ao Negócios. (dinheirovivo.pt)

Deixe um comentário

Seu endereço de email não será publicado. Os campos com são obrigatórios *

Input your search keywords and press Enter.
Translate »