Ler Agora:
BPI é o terceiro maior do país e dos mais relevantes em Angola
Artigo completo 2 minutos de leitura

BPI é o terceiro maior do país e dos mais relevantes em Angola

Artur Santos Silva foi um dos fundadores do banco (Foto: D.R.)

Artur Santos Silva foi um dos fundadores do banco
(Foto: D.R.)

A origem do BPI começou em 1981 quando foi criada a Sociedade Portuguesa de Investimentos, mas o Banco Português de Investimento (BPI) como é conhecido hoje só foi criado em 1998 no seguimento da fusão de três bancos: o Fonseca & Burnay, o Borges e Irmão e o Banco de Fomento Exterior.

Nessa altura era Artur Santos Silva que estava à frente da comissão excutiva, lugar que ocupou até 2004, quando foi substituído por Fernando Ulrich, o atual CEO a quem o Caixa Bank já deu um aval positivo.

Santos Silva continua, no entanto, como presidente não executivo do banco que é hoje o terceiro maior banco de Portugal em depósitos de clientes, com um total de 26,5 mil milhões de euros no final de 2014.

O BPI está também em Moçambique, com 30% do Banco Comercial de Investimento e em Angola, com 50,1%do Banco de Fomento (BFA), o terceiro em depósitos e o primeiro em cartões de crédito. Os restantes 49,9% do BFA pertencem a Isabel dos Santos que, desde 2008 é acionista do BPI, através da Santoro. A empresária partilha a estrutura do BPI com outros dois investidores que estão no grupo desde 1995: o grupo alemão Allianz e,claro, o CaixaBank, que lançou a OPA.

Esta nova oferta pelo BPI não é a primeira que o banco teve.Em 2000 esteve em cima da mesa uma fusão com o BES e em 2006 o BCP lançou uma OPA hostil, mas nada se concretizou. Apesar de apetecível, o BPI foi um dos bancos a pedir ajuda ao Estado, recebendo 1,5 mil milhões de euros que entretanto já pagou. (dinheirovivo.pt)

Deixe um comentário

Seu endereço de email não será publicado. Os campos com são obrigatórios *

Input your search keywords and press Enter.
Translate »