Ler Agora:
Argentinos protestam contra ingerência dos EUA nos casos Amia-Nisman
Artigo completo 1 minutos de leitura

Argentinos protestam contra ingerência dos EUA nos casos Amia-Nisman

(AFP)

(AFP)

Cerca de 50 pessoas protestaram na frente da embaixada americana em Buenos Aires, nesta sexta-feira, contra a “ingerência” de Washington nos processos sobre o atentado à Associação Mutual Israelita-Argentina (Amia) e sobre a morte do promotor Alberto Nisman.

Convocados pela Tendência Piqueteira Revolucionária (TPR, de esquerda), os manifestantes também exigiram a retirada do embaixador americano, Noah Mamet, do país.

“Fora da Argentina, Mamet” e “Fora EUA do caso Amia-Nisman”, diziam os cartazes dos participantes, exibindo o rosto do embaixador.

Mamet foi ao velório do promotor Nisman, que apareceu morto em 18 de Janeiro, depois de denunciar a presidente Cristina Kirchner e o chanceler Héctor Timerman, entre outros funcionários de alto escalão do governo.

O promotor acusava as autoridades argentinas de acobertarem os iranianos acusados de envolvimento no atentado à Amia, ocorrido em 1994. Segundo o WikiLeaks, Nisman visitava regularmente a embaixada dos EUA.

Assumida por outro promotor, a denúncia de Nisman foi rejeitada nesta quinta-feira “por inexistência de delito” pelo juiz Daniel Rafecas. (afp.com)

 

Deixe um comentário

Seu endereço de email não será publicado. Os campos com são obrigatórios *

Input your search keywords and press Enter.
Translate »